Avançar para o conteúdo principal

Pessoas tóxicas

Ultimamente tenho visto vários artigos sobre pessoas tóxicas e como podemos evitar essas pessoas de forma a encontrar a felicidade. Porém uma coisa que a maioria desses guiões se esquece de fornecer é que num grande numero dos casos as pessoas tóxicas vivem na mesma casa, e são família.
Apesar de qualquer familiar poder ser considerado um familiar tóxico, este tipo de disfunção comportamental está quase sempre associado às mães.
fonte da imagem e artigo original
Uma mãe tóxica tem um comportamento estritamente relacionado com o amor incondicional que sente pelo filho. Porém neste caso específico falamos de um amor sufocante, egoísta e que na maioria dos casos é destrutivo.
Este tipo de comportamento é exercido desde criança, criando lacunas no amadurecimento pessoal do jovem e criando posteriormente a incapacidade de desenvolver uma personalidade e auto estima.
No que diz respeito à insegurança, muitas mães tendem a controlar e modelar os filhos de forma e verem neles as realizações que não conseguem para si. Isto deve-se também ao facto de muitas desta mães temerem a solidão e por isso não deixam que a criança/jovem não tenha autonomia e se sinta sempre atraído para o lado materno.
Este tipo de mães tem ainda uma grande dificuldade em respeitar os limites. Este motivo é um dos principais fatores que as levam a controlar tudo e a sentir uma forte necessidade de o fazer. Frases como "vou controlar as coisas para te fazer feliz", ou então "Eu só quero o melhor para ti" são frases padrão, pois assim colocam uma almofada num dos fatores mais importantes da aprendizagem de um jovem: errar.
O fator mais conhecido, ou pelo menos mais falado é o da projeção dos desejos não realizados, como eu disse em cima, muitas mães tentam espelhar através dos filhos as aspirações que ficaram por realizar na sua vida. "Não quero que passes por aquilo que eu passei" ou então "Não cometas os mesmos erros que eu" são apenas algumas frases típicas deste distúrbio. Ao pensarem que os seus sonhos/vontades são verdades absolutas e que estão a pensar no bem dos filhos, estas mães esquecem-se que estão a criar uma relação baseada num falso amor.

A única maneira de lidar com a situação é aprender a dizer não. É importante que ambas as partes respeitem as vontades e desejos da outra parte sem nunca se vitimar. Ninguém quer causar danos (principalmente à família), mas ninguém pode deixar de ser feliz por viver numa rede.
  

Comentários

  1. Super Interessante! Gostei de ler !
    Beijinhos
    elisaumarapariganormal.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  2. Aprender a dizer não é mesmo muito importante!
    Gostei bastante de ler este texto

    ResponderEliminar
  3. Olha nem de proposito, acordei a pensar e tens toda a razao, as vezes e na familia que encontramos as pessoas mais toxicas... Eu tenho aprendido muito com isto ao longo dos anos, vou-me fortalecendo, parece que a carapaca esta cada mais dura mas so para quem merece ;)
    Bjinhooosss econtinua com o excelente trabalho :)

    https://matildeferreira.co.uk/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Infelizmente são essas pessoas que nos tornam mais fortes...
      Obrigada!

      Eliminar
  4. Gostei imenso de ler este texto e concordo em absoluto, mais do que dizer sim, importa saber quando deve e pode ser aplicado um não!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Achei muito interessante nunca tinha pensado nisso. Beijo Patty http://ocadernodasideiasparvas.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  6. Gostei muito deste post e concordo plenamente contigo...as sogras são sufocantes, terríveis...
    Beijinhos

    misscokette.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  7. Gostei
    Muito obrigada pela visita volta sempre adorei
    Beijinhos
    CantinhoDaSofia
    Facebook

    ResponderEliminar
  8. Nunca me tinha lembrado de lhes chamar "pessoas toxicas" kkkk beiinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas é que o elas são certo? Além disso é o nome que os artigos da especialidade lhes chamam...

      Eliminar
  9. Aprender a dizer não é bastante importante.
    http://retromaggie.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  10. Por um momento, pensei que o tema estaria associado aqui ao nosso meio, à net... associado a bullying, por exemplo... o que também seria um excelente tema para um post...
    Estendendo-se a meios familiares... bem confesso, que já lidei com pessoas assim... e que o foram, até ao fim das suas vidas... tóxicas para elas, e para os que estavam à sua volta, infelizmente...
    Como lidei com elas... afastando-me das mesmas, pura e simplesmente... para ter paz de espírito... de forma definitiva.
    Como lido com pessoas assim, também na net... exactamente da mesma forma... curiosamente... noto que depois são elas que são incapazes de se afastar de mim... continuando eu, a ser uma continua fonte de inspiração, e assunto, nos seus blogues...
    Enfim... estas relações de amor/ódio... são sempre muito estranhas de entender...
    Um post fantástico, que adorei... pois tenho tido a minha quota parte de pessoas assim... sempre por perto... em vários contextos...
    Beijinhos
    Ana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que toda a gente tem sempre sempre uma parte de pessoas assim na vida... Acho que faz parte!

      Eliminar
  11. Muito interessante este post... adorei ler este tema de pessoas tóxicas...parabéns
    Beijinhos grande
    Ana Negrão Makeup

    ResponderEliminar
  12. Gostei do texto a palavra não tem o momento certo de dizer Bjm:D obrigada pela visita Borboletando-emtudo.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  13. Há algum tempo que também me debruço sobre este tema das pessoas tóxicas e o mal que podem fazer no nosso crescimento pessoal. Acho que abordaste aqui um aspecto muito importante, de que não se costuma falar: os familiares tóxicos. Muitas vezes, isso acontece no local onde não deveria acontecer, que é dentro de casa. Parabéns por teres a iniciativa de quebrar esse tabu e falar nas mães tóxicas. Porque elas existem e são muitas. E não é nada saudável a nível psicológico conviver com pessoas assim. Eu conheço casos assim e é muito complicada a convivência. Concordo que se aprenda a dizer não e principalmente a estabelecer limites claros.
    Beijinhos e Bom Domingo :)

    ResponderEliminar
  14. Eu penso o mesmo.
    Esses artigos que dizem que nos devemos afastar das pessoas tóxicas, refere-se a pessoas no emprego, nas relações superficiais sem laços de sangue. Quando estão dentro de casa e como referes, são os progenitores, a criança já cresce de forma diferente, já está "moldada".

    ResponderEliminar
  15. Conheço uns quantos casos assim, infelizmente. Por vezes é preciso afastar-mo-nos por um tempo, até que as pessoas percebam que precisamos de fazer as nossas próprias escolhas...

    ResponderEliminar
  16. Ter uma pessoa toxina, como falas a mãe, tão próxima é um passo certo para o insucesso e a frustração. O pior é que essas pessoas não se consideram de todo prejudicais.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

TAG| 100 perguntas que ninguém pergunta

Sabendo como eu gosto de responder a TAGs a Matilde do blog "O Cantinho da Tily", nomeou-me para este desafio bem simples e divertido. As regras são simples, responder às 100 perguntas, e nomear quem quisermos. Vamos a isso? 1. Você dorme com as portas do seu armário aberta ou fechada? Prefiro fechada por uma questão de organização, mas não me faz diferença. 2. Você leva embora os shampoos e condicionadores dos hotéis? Sim!!! 3. Você dorme com seu edredão dobrado para dentro ou apra fora? Tanto faz! 4. Você já roubou uma placa de rua? não, mas confesso que gostava de ter uma! 5. Você gosta de usar post-it? Adoro! 6. Você corta cupões, mas depois nunca usa? Sim! 7. Você prefere ser atacado por um urso ou um enxame de abelhas? Venha o diabo e escolha! 8. Você tem sardas? Nop. 9. Você sempre sorri para fotos? Quase sempre! 10. Qual é a sua maior neura? Ui se as coisas não levarem o rumo que eu quero fico do pior! 11. Você já contou seus passos enquanto você andava? Sim. 12. Você já fez x…

A menina bonita

Decerto que lhe conhecem a imagem, a menina de nove anos, chama-se Kristina Pimenova, e é já considerada uma das raparigas mais belas dos últimos tempos.
A criança, é modelo para marcas como Armani, Vougue e Dolce & Gabanna, e desde os 3 anos que assina contratos milionários. Kristina Pimenova, nasceu em Moscovo, e está inscrita em agências de modelos desde tenra idade. Quem patrocinou tudo isto?! A sua mãe, Glikeriya Pimenova, também uma ex-modelo, tem levado a filha à ascensão, porém, tem também sido criticada por isso. Além de muita gente a criticar por não permitir que Kristina tenha a vida de uma criança normal, a mãe da mesma é ainda mais criticada por ter permitido que recentemente a filha pousasse maquilhada e vestida de forma pouco própria para a sua idade. Glikeriya Pimenova, gere os contratos milionários da filha, bem como as redes sociais da mesma que já tem mais de 300 mil seguidores. Porém não é o numero de seguidores que vai determinar a infância que muitos dizem p…

Giveaway | Dourado é a melhor cor

O blog e a sbnails voltaram a firmar uma parceria e desta vez, foi para mimar os meus leitores. Agora que o verão está no auge, todos nós procuramos ter uma pele dourada e fresca, por isso este sorteio dá-vos a oportunidade de ganharem um Óleo Bronzeador Urucun Rosa Mosqueta:

Prémio:
O óleo de Rosa Mosqueta ajuda a acelerar a pigmentação da pele de forma natural. Proporciona à pele um bronzeado intenso, duradouro e com tom dourado.
Perfume Tropical floral com aroma da rosa mosqueta. Este é mais um dos produtos da linha body Screts, enriquecido com minerais que protegem a sua pele do ressecamento e deixando-as mais hidratadas.
Sua fórmula contém agentes hidratantes, óleo de grainha de uva, óleo de soja, pró vitamina A, vitamina E, extrato de cenoura e extrato de Guaraná.

Informações Importantes:

Inicio: 14 de julho de 2017
Fim: 18 de agosto de 2017

Envios feitos apenas para Portugal continental.
Só podem participar pessoas maiores de 18 anos. Se forem menores peçam a um adulto que autorize a…