sexta-feira, 26 de janeiro de 2018

"A Gaja é uma versão hiperbolizada de mim."

Quem anda pelo facebook provavelmente já se cruzou com uma publicação d' "A Gaja". O toque sarcástico, o humor, e a visão da realidade "dura e cura", são as maiores característica desta gaja que é como muitas outras.
Hoje, e porque ela é uma gaja muito fixe, vamos ter a oportunidade de conhecer melhor a Raquel Costa, a autora desta página no facebook com 77m seguidores.

1. Antes de mais, cá vai a pergunta da praxe: Quem é a Gaja?
Créditos da Fotografia: Pau Storch
A Gaja é uma versão hiperbolizada de mim. É uma mulher adulta (espero eu) que vive em permanente conflito entre o que deve ser, as aparências, e o que quer ser. É nesse conflito, nessa dualidade entre o que é a ideia de ser mulher e o que é realmente ser mulher que surge esta personagem.

2. Como é que surgiu a ideia de criar a página “A Gaja”?
O nome “A Gaja” esteve a marinar uns dois anos até eu ter tido a coragem de avançar com a página. Queria criar um espaço onde pudesse partilhar os meus textos sobre amor, relações, sexo… mas não queria criar um blogue. Não me parecia uma ideia prática até porque o meu tempo para me dedicar a este part time sempre foi escasso. Em fevereiro de 2014 fiz a primeira sessão fotográfica e o primeiro post. Quase quatro anos volvidos… cá estamos!

“A Gaja” é uma personagem fictícia, mas a realidade é que ela é o espelho ou então aquilo que muitas mulheres querem ser.

Créditos da Fotografia: Pau Storch
3. Na tua opinião, o que é que distingue “A Gaja” das outras mulheres?
Não acho que A Gaja seja muito diferente da maioria das mulheres. A diferença está na ausência de medo de expor os meus pensamentos, as minhas emoções, os meus medos. Eu entendo que a maior parte das mulheres não se queira expor desta forma ou que não tenha interesse em ter opinião formada sobre temas polémicos. Há quem escolha viver dessa forma e não há problema nenhum nisso. Eu não sou assim. E sei que, mesmo que não o digam, há muitas mulheres que gostavam de ser mais A Gaja.

"A Gaja" fala muitas vezes do sucesso e do insucesso das relações, é um tema que é falado com alguma frequência e com muito sentido de humor.

4. Para ti quais são os 5 erros mais comuns para se “matar” uma relação nos dias que correm?
Falta de diálogo, desconfiança, egoísmo, tabu em torno do dinheiro e falta de apoio são os maiores carrascos das relações. Uma coisa que eu digo sempre: a pessoa com quem estamos tem de nos inspirar. Temos de querer torcer por ela, fazer parte da equipa dela, admirá-la, ser fã dela. Só assim vale a pena. Porque… quando a paixão esmorece… o que é que resta senão isso?

5. Uma vez disseste na tua página que desde que começaste a falar abertamente sobre sexo, muitos homens te contactaram… Qual foi a história/abordagem mais engraçada que tiveste?
Acho que a história mais gira aconteceu através do Instagram. Um miúdo de 20 anos, que me ouviu no podcast Homemsexual, disse que queria fazer sexo comigo. Mas a abordagem foi muito educada e respeitosa. Tal como a maioria é. Os comentários desagradáveis acontecem na timeline. E acontecem todos os dias. Faz parte.

Créditos da Fotografia: Pau Storch
6. Já te aconteceu ires a um encontro, e a pessoa com quem estás não saber que eras “A Gaja”? Se sim, o que é que mudou quando descobriram?
Hmm… foram raros os homens com quem tive encontros que já não sabiam a priori quem eu era. Ou porque eu lhes disse ou porque já conheciam a página. Há uns que não ligam nenhuma mas já aconteceu um ou outro ficar com a ideia de que eu era uma super-devoradora de homens ou uma figura pública com uma vida super fascinante. Que não sou. Nenhuma das coisas. Na realidade, a minha vida é uma seca.

7. O que podemos esperar d’ “A Gaja” em 2018?
Como detesto falar “em projetos”, prefiro só falar das coisas quando estiverem garantidas, para não agoirar. Para já, a continuidade do podcast Podcasto!

52 comentários:

  1. Não conhecia "A Gaja", tenho que ir ver! Excelente entrevista :)

    MRS. MARGOT

    ResponderEliminar
  2. Não conhecia. Mas gostei. Parabéns

    Beijos. Bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  3. Não conhecia, mas achei a entrevista muito interessante
    Abraço e bom fim de semana

    ResponderEliminar
  4. Adoro a "Gaja" e gosto muito quando tu fazes entrevistas, Teresa :)
    Bjinhosss
    https://matildeferreira.co.uk/

    ResponderEliminar
  5. Gostei imenso de conhecer A Gaja! Excelente entrevista :)

    ResponderEliminar
  6. Que legal! Não conhecia e adorei conhecer
    Um ótimo final de semana
    Bjus
    Taty
    Na Casa dos Abrantes
    Canal
    Instagram

    ResponderEliminar
  7. AInda não vi essa pagina, linda. Tenho que ir cuscar :)
    Bjxxxx

    ResponderEliminar
  8. Não conhecia mas parece mesmo uma comédia.

    ResponderEliminar
  9. Obrigado :D

    Não conheço mas vou já tratar do assunto. Adorei a entrevista!

    NEW TIPS POST | OMG!!! TRICKS TO GET THE PERFECT EYEBROWS.
    InstagramFacebook Official PageMiguel Gouveia / Blog Pieces Of Me :D

    ResponderEliminar
  10. Gostei imenso da entrevista! :D

    amarcadamarta.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  11. Uma postagem que adorei.

    Bjos
    Sábado feliz.

    ResponderEliminar
  12. Eu conheço a Gaja menina..... é você... linda, bela, deliciosamente bela...
    Não faço mais elogios pois você pode não gostar do que vou te dizer.... mas se você quiser, digo-te por e-mail!!!

    ResponderEliminar
  13. Gostei de conhecer a gaja e de ler a entrevista! :) Beijinhos

    ResponderEliminar
  14. Imagino que a "GAJA" seja mesmo uma gaja boa, doce e maravilhosa. Lá vou eu então conhecer a "Gaja".

    Beijo

    ResponderEliminar
  15. Não conhecia mas achei interessante a entrevista, vou espreitar a página :)

    ResponderEliminar
  16. Bom dia Teresa.
    Estou com a tag que me nomeaste lá no blog...
    Não conhecia essa gaja tenho de ir ver..
    Xoxo

    marisascloset.blogspot.com

    ResponderEliminar
  17. Gracias, por este compartir, la sencillez y la belleza interior es l único importante, lo demás se da por añadidura,La belleza del rostro es frágil, es una flor pasajera, pero la belleza del alma es firme y segura. Un fuerte abrazo.

    ResponderEliminar
  18. Não conhecia. Gostei da entrevista.
    Bom domingo.

    ResponderEliminar
  19. Não conhecia a página!
    https://retromaggie.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  20. Não a conhecia, mas gostei da entrevista!
    Vou fuçar na página dela!

    Beijo.
    Cores do Vício

    ResponderEliminar
  21. Adorei! Parabéns!
    http://www.nossomosmoda.com/

    ResponderEliminar
  22. Adorei conhecê-la por aqui... confesso que por enquanto, ainda não arranjei tempo nem disposição para redes sociais!...
    Gostei imenso da entrevista! Beijinhos
    Ana

    ResponderEliminar