Avançar para o conteúdo principal

A menstruação é nojenta

Muito se fala sobre o assunto, mas poucas mulheres de facto o mostram.
A verdade é que a população até pode ter uma boa tolerância relativamente a imagens sangrentas, mas e se o sangue for "sangue menstrual"?

Louelle Denor colocou uma foto no Instagram de uma imagem dos seus dedos cobertos de sangue, aparentemente a imagem não incomoda em nada, mas assim que e autora da controversa imagem disse que aquele sangue era da sua menstruação as pessoas molestaram-na, insultaram-na e chegaram mesmo ao ponto de dizer que ela se devia matar por ter feito o que fez.
Afinal o que é a menstruação tem de tão especial que torna uma imagem relativa a sangue que poderia ser de uma ferida normalíssima em algo considerado nojento? 
Na imagem retirada do seu post pode-se ler as palavras de Louelle que explica o motivo que a levou a publicar a imagem:
Fonte da imagem e artigo completo
“Recentemente chamou-me à atenção o facto de haver contas de mulheres que são banidas por mostrarem sangue menstrual (e não nudez). Isto é um assunto mesmo muito lixado. Se fossem imagens de sangue de uma laceração num dedo, não haveria problema. Sim, isto é sangue da minha vagina. Acontece todos os meses. Estou a segurar num copo menstrual, algo que é fabuloso mas um bocadinho complicado de retirar.”
Apesar de o Intagram não retirar a imagem, alguns utilizadores manifestaram-se contra Denor, frases como "isso é nojento" ou então “estas feminazis deviam ser metidas debaixo de um chuveiro que lhes despejasse sémen masculino na cara” foram alguns dos vários insultos aplicados à jovem.
A minha questão mantém-se, se ninguém soubesse de onde tinha surgido aquele sangue, será que alguém se importaria? Porque é que a menstruação continua a ser um assunto com muito que falar?


Comentários

  1. Chocar não me choca mas não entendo qual é a necessidade de alguém colocar uma foto com sangue (seja qual for a sua proveniência) no instagram. No entanto é das coisas que nunca vou entender

    ResponderEliminar
  2. Respostas
    1. Pelos visto acho que é tudo uma questão de ponto de vista!

      Eliminar
  3. Estou como a Rita "Gente doida".
    Um abraço e continuação de uma boa semana.

    ResponderEliminar
  4. Não me choca e compreendo perfeitamente o porquê, contudo não seria capaz de partilhar assim uma foto assim, é uma questão de privacidade.... digo eu....

    ResponderEliminar
  5. Vê-se de tudo :(

    http://trapeziovermelho.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  6. Quanto o exagero, esses comentários à foto e à autora da mesma eram realmente desnecessários. É triste falarem em liberdade de expressão e serem todos a favor da mesma, e depois acontecem estas coisas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sem dúvida que sim, foi o que mais incomodou em todo o artigo!

      Eliminar
  7. Ver sangue, seja lá de onde for, não é das minhas imagens preferidas. Talvez por isso nunca me passaria pela cabeça colocar tal coisa na net. Para mim a jovem só quis aparecer...
    Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, ela própria disse que queria provar algo com aquela imagem.
      Tanto quanto sei várias outras fotos de raparigas foram banidas porque se via que as mesmas estavam menstruadas, e apesar de o Instagram só banir imagens de nudez e afins, nunca se disse que a menstruação era algo que se bania, aliás se permitem algumas imagens totalmente sangrentas porque não aquela? Pelo que entendi era esta a premissa da rapariga!

      Eliminar
  8. A menstruacao pode ter um aspecto nojento sim, eu que o diga neste momento, mas nao e por isso que deve ser tabu, e uma coisa completamente natural que deve ser falada e discutida principalmente por mulheres como eu que so a ve mais ou menos de 2 em 2 meses por causa da Sindrome de Ovarios Policisticos...
    A quem quiser seguir o blog da menina que a Teresa fala http://www.neonmoon.co/blogs/blog/46060225-stop-shaming-my-period

    https://matildeferreira.co.uk/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ora nem mais! Engraçado como as pessoas mudam de opinião em relação a uma imagem só por saberem o conteúdo!

      Eliminar
  9. A mim não me incomoda nadinha, mas também não vejo necessidade de se estar a falar num assunto tão normal.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  10. Há países em que a mulher é considerada impura nesses dias. É uma situação que não compreendo
    Clara Dinis
    docinhomorango7.blogspot.com

    ResponderEliminar
  11. A questão é mesmo essa: senão soubessem de onde vem não haveria problema, mas como ela especificou caiu-lhe tudo em cima. São as tais dualidades de critério que nunca irei compreender.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É mesmo "engraçado" analisar essas dualidades... E difícil de acreditar na falta de coerência...
      Será que se e aquilo fosse sangue de um animal ou pessoa as reacções seriam assim?

      Eliminar
  12. Quando é por uma causa, acho válido, como quando fizeram pelas mulheres que não tem acesso a absorventes, mas mostrar por mostrar dai já não acho.

    Beijos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tanto quanto sei, e como disse em cima num outro comentário, ela tinha uma causa, pelo menos para ela era uma causa...

      Eliminar
  13. A minha pergunta é... se a intimidade é algo de intimo... como é que se consegue mostrar tudo e mais alguma coisa na Net?...
    Cada um faz o que bem lhe apetece... mas arrisca-se a ouvir o que não gosta...
    Se não há limites para se apresentar coisas na Net... também não haverá limites para escutar o que cada um entenda dizer...
    Sinceramente... acho que haverá outros assuntos bem mais interessantes e pertinentes, com que a moça se deveria entreter... nem que a moça desse a receita de arroz de cabidela... para quem gosta de sangue...
    Beijinhos
    Ana

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

TAG| 100 perguntas que ninguém pergunta

Sabendo como eu gosto de responder a TAGs a Matilde do blog "O Cantinho da Tily", nomeou-me para este desafio bem simples e divertido. As regras são simples, responder às 100 perguntas, e nomear quem quisermos. Vamos a isso? 1. Você dorme com as portas do seu armário aberta ou fechada? Prefiro fechada por uma questão de organização, mas não me faz diferença. 2. Você leva embora os shampoos e condicionadores dos hotéis? Sim!!! 3. Você dorme com seu edredão dobrado para dentro ou apra fora? Tanto faz! 4. Você já roubou uma placa de rua? não, mas confesso que gostava de ter uma! 5. Você gosta de usar post-it? Adoro! 6. Você corta cupões, mas depois nunca usa? Sim! 7. Você prefere ser atacado por um urso ou um enxame de abelhas? Venha o diabo e escolha! 8. Você tem sardas? Nop. 9. Você sempre sorri para fotos? Quase sempre! 10. Qual é a sua maior neura? Ui se as coisas não levarem o rumo que eu quero fico do pior! 11. Você já contou seus passos enquanto você andava? Sim. 12. Você já fez x…

As férias acabaram... Como é que ficaram os animais abandonados?

Existe uma dura realidade que após as férias de verão fica esquecida. Se no inicio do verão as campanhas de sensibilização são muitas (e mesmo assim não são suficientes), a verdade é que depois dos dias dourados de verão, já ninguém pergunta o que aconteceu ao cão idoso que abandonaram às portas de uma instituição, ou então como está aquele cachorrinho que deixaram na beira da estrada.
A minha pergunta para vocês é: Afinal o abandono está a diminuir?
E infelizmente a resposta é não! No final do verão contactei várias instituições que recolhem animais e as respostas são sempre iguais: Não! Não diminuiu.
Para vos ilustrar esta realidade, pedi a várias instituições dados sobre o abandono de animais durante os meses de verão, porém só a Associação Midas no Porto é que se ofereceu para disponibilizar dados concretos:

2015 - 53 animais acolhidos pela instituição.
2016 - 107 animais acolhidos pela instituição. 
2017 - 71 animais acolhidos pela instituição.

Porém antes de começarem a bater palma…

A menina bonita

Decerto que lhe conhecem a imagem, a menina de nove anos, chama-se Kristina Pimenova, e é já considerada uma das raparigas mais belas dos últimos tempos.
A criança, é modelo para marcas como Armani, Vougue e Dolce & Gabanna, e desde os 3 anos que assina contratos milionários. Kristina Pimenova, nasceu em Moscovo, e está inscrita em agências de modelos desde tenra idade. Quem patrocinou tudo isto?! A sua mãe, Glikeriya Pimenova, também uma ex-modelo, tem levado a filha à ascensão, porém, tem também sido criticada por isso. Além de muita gente a criticar por não permitir que Kristina tenha a vida de uma criança normal, a mãe da mesma é ainda mais criticada por ter permitido que recentemente a filha pousasse maquilhada e vestida de forma pouco própria para a sua idade. Glikeriya Pimenova, gere os contratos milionários da filha, bem como as redes sociais da mesma que já tem mais de 300 mil seguidores. Porém não é o numero de seguidores que vai determinar a infância que muitos dizem p…