Avançar para o conteúdo principal

O facebook e as empresas

A verdade é que a maioria de nós tem e usa o facebook, porém será que o estamos a fazer corretamente?
fonte
Cada vez mais, o facebook é visto como uma arma de comunicação. Contudo, a facilidade com que um comentário, vídeo ou foto se torna viral pode causar alguns problemas.
A verdade é que apesar de o facebook ser uma página pessoal, é também cada vez mais uma ferramenta usada pelas empresas na hora de conhecer os candidatos a um emprego, existindo mesmo empresas que não contratam "quem não estiver nesta rede".
Isto tudo se deve ao facto de as empresas conseguirem assim, saber o que se passa na vida dos funcionários. Existem empresas que já despediram colaboradores por não concordarem com as fotos ou comentários que estes faziam fora da hora de expediente. Mas mais certeiro, foi o caso de uma mulher que foi despedida depois de postar uma foto bêbada quando saiu de um bar numa noite em que não estava a trabalhar.
Os funcionários são a cara da empresa, e como muitas empresas ainda não contratam pessoas com tatuagens, por achar que pode não ser socialmente aceitável, contratar pessoas que espelham comportamentos pouco profissionais (mesmo fora do trabalho), é também um motivo para colocar alguém fora da equipa.
Quando forem postar alguma coisa, pensem naquilo que os outros vão ver e como vão ver. Ao contrario do que pensamos o facebook não é nosso, mas sim de todos!

Comentários

  1. Acho que é cada vez menos nosso e mais dos outros!

    Beijinhos*

    ResponderEliminar
  2. É bom pensar no que vamos postar, seja no facebook ou em qualquer outra rede social. Beijinhos!

    galerafashion.com

    ResponderEliminar
  3. Bem verdade, toda ateção e cuidado não só para o facebook, como para todas as outras redes sociais, é pouco. Gostei do post :)
    Vou seguir o teu blog, segue de volta?

    *XoXo
    - www.helenaprimeira.blogspot.pt
    - https://www.youtube.com/watch?v=u8FHHl3dT3g
    - https://www.facebook.com/PrimeiraPanos?ref=hl

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Claro que estes avisos se estendem a todas as outras redes sociais...

      Eliminar
  4. não acho bem o que as empresas fazem.. de virem ver o que o nosso facebook tem ou deixa de ter. o meu está privado por isso mesmo mas nunca fica totalmente privado..

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É sem dúvida uma opção, eu prefiro ter cuidado com o que digo, mas quando digo sei que chega a todos!

      Eliminar
  5. Não sou fã do facebook porque como diz a Andreia ele é cada vez mais dos outros do que nosso.
    Um abraço e continuação de uma boa semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. isso é uma lamentável verdade que acaba por estragar as coisas que o facebook tem de bom!

      Eliminar
  6. É verdade, as pessoas não se apercebem mas o facebook pode servir interesses vários
    Beijinhos
    Clara Dinis
    docinhomorango7.blogspot.com

    ResponderEliminar
  7. Não tenho face, já tive mas cansei. Talvez regresse um dia, ou talvez não mas até ver estou melhor assim. Chegava a sentir uma certa frustração cada vez que utilizava o 'queima tempo' mais conhecido como facebook.
    Mas agora as empresas não contratarem por não puderem cuscar é novidade para mim.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Li numa revista em tempos que as empresas faziam isso!

      Eliminar
  8. Concordo totalmente...ainda não apanhei coragem para desativar a conta do facebook, mas já eliminei e deixei de publicar muita coisa...
    Beijinhos

    http://lovingmypinkbubble.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, eu eliminar não o faço, mas como tudo na vida é preciso ter cuidado com o que se diz!

      Eliminar
  9. É preciso ter cada vez mais cuidado com aquilo que postamos nas redes sociais, uma brincadeira pode prejudicar imenso o nosso futuro...

    http://ummarderecordacoes.blogs.sapo.pt/

    ResponderEliminar
  10. Muita coisa podia contar ou dar a minha opinião relativamente a este assunto, mas fico-me por uma pequena história verdadeira.
    O meu último emprego antes de me reformar, foi num grupo empresarial muito conhecido. Por lá trabalhei muitos anos.
    Na altura, apareceu a net e os blogues, e eu fui um dos muitos aventureiros/exploradores a ter um blogue.
    Enquanto funcionário da empresa e mesmo depois de ter saído, fui 'visitado/vigiado' por um IP (que eu sabia a origem) que ia verificando o que eu escrevia.
    De salientar que durante todos esses anos ( e ainda hoje) NUNCA falei da empresa onde trabalhei, nem divulguei assuntos 'sensíveis' relativos à mesma.
    Como vês, já nessa altura (e não havia facebook e outras redes), havia uma tendência e doutrina de "cusquice", e cá para nós... se efectivamente temos que ter cuidado e postura com o que publicamos e partilhamos, também é verdade que algumas empresas bem mereciam que se soubesse mais delas.
    E fiquemos por aqui.
    Bom post.
    Tudo de bom.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oh esse tipo de controlo sempre existiu e acredito que sempre vá existir, porém se a gente se proteger é melhor!

      Eliminar
  11. Concordo contigo o facebook é de todos muitas vezes as pessoas não pensam naquilo que publicam e depois são despedidas. Beijo Patty http://ocadernodasideiasparvas.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  12. A verdade é que muita gente publica tudo sobre o que acontece na vida deles como se precisassem disso para viver. Não concordo que as empresas aproveitem-se disso para "vigiar" a vida dos empregados fora do horário laboral mas neste mundo vê-se de tudo!
    Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acredita que é verdade... Lamentável, mas verdade!

      Eliminar
  13. Concordo! Beijinhos

    http://adorosercomosou.blogspot.pt/

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

TAG| 100 perguntas que ninguém pergunta

Sabendo como eu gosto de responder a TAGs a Matilde do blog "O Cantinho da Tily", nomeou-me para este desafio bem simples e divertido. As regras são simples, responder às 100 perguntas, e nomear quem quisermos. Vamos a isso? 1. Você dorme com as portas do seu armário aberta ou fechada? Prefiro fechada por uma questão de organização, mas não me faz diferença. 2. Você leva embora os shampoos e condicionadores dos hotéis? Sim!!! 3. Você dorme com seu edredão dobrado para dentro ou apra fora? Tanto faz! 4. Você já roubou uma placa de rua? não, mas confesso que gostava de ter uma! 5. Você gosta de usar post-it? Adoro! 6. Você corta cupões, mas depois nunca usa? Sim! 7. Você prefere ser atacado por um urso ou um enxame de abelhas? Venha o diabo e escolha! 8. Você tem sardas? Nop. 9. Você sempre sorri para fotos? Quase sempre! 10. Qual é a sua maior neura? Ui se as coisas não levarem o rumo que eu quero fico do pior! 11. Você já contou seus passos enquanto você andava? Sim. 12. Você já fez x…

As férias acabaram... Como é que ficaram os animais abandonados?

Existe uma dura realidade que após as férias de verão fica esquecida. Se no inicio do verão as campanhas de sensibilização são muitas (e mesmo assim não são suficientes), a verdade é que depois dos dias dourados de verão, já ninguém pergunta o que aconteceu ao cão idoso que abandonaram às portas de uma instituição, ou então como está aquele cachorrinho que deixaram na beira da estrada.
A minha pergunta para vocês é: Afinal o abandono está a diminuir?
E infelizmente a resposta é não! No final do verão contactei várias instituições que recolhem animais e as respostas são sempre iguais: Não! Não diminuiu.
Para vos ilustrar esta realidade, pedi a várias instituições dados sobre o abandono de animais durante os meses de verão, porém só a Associação Midas no Porto é que se ofereceu para disponibilizar dados concretos:

2015 - 53 animais acolhidos pela instituição.
2016 - 107 animais acolhidos pela instituição. 
2017 - 71 animais acolhidos pela instituição.

Porém antes de começarem a bater palma…

A menina bonita

Decerto que lhe conhecem a imagem, a menina de nove anos, chama-se Kristina Pimenova, e é já considerada uma das raparigas mais belas dos últimos tempos.
A criança, é modelo para marcas como Armani, Vougue e Dolce & Gabanna, e desde os 3 anos que assina contratos milionários. Kristina Pimenova, nasceu em Moscovo, e está inscrita em agências de modelos desde tenra idade. Quem patrocinou tudo isto?! A sua mãe, Glikeriya Pimenova, também uma ex-modelo, tem levado a filha à ascensão, porém, tem também sido criticada por isso. Além de muita gente a criticar por não permitir que Kristina tenha a vida de uma criança normal, a mãe da mesma é ainda mais criticada por ter permitido que recentemente a filha pousasse maquilhada e vestida de forma pouco própria para a sua idade. Glikeriya Pimenova, gere os contratos milionários da filha, bem como as redes sociais da mesma que já tem mais de 300 mil seguidores. Porém não é o numero de seguidores que vai determinar a infância que muitos dizem p…