Avançar para o conteúdo principal

Entre linhas...

Sei que sou egoísta e mimada, o meu drama, e os meus problemas não se comparam aos problemas de muitas outras pessoas à volta do mundo.
Afinal o meu problema é unicamente meu e o defeito também é meu por não entender as coisas.
Seja como como for cada problema é um problema, e voltar a ver os meus cabelos ficarem presos nas escovas, entrelaçados nos meus dedos faz-me lembrar a outra nódoa negra porque passei.
As peladas que ganhei derivadas do sistema nervoso foram talvez das marcas mais visíveis que tive que mostrar ao mundo, atirando a culpa para a faculdade quando na verdade o meu problema era o farrapo humano em que me transformara.
fonte
Ao ver os meu cabelos irem pela sanita a baixo pergunto quantos bocados de mim, foram tratados como merda que foi parar tal como as minhas madeixas loiras ao esgoto?
O meu problema agora é esse, ninguém me trata mal, todos me tratam bem, e tem tanto cuidado comigo que e nem sei lidar com isso. Afinal o excesso de zelo também assusta!
Se um dia uma pessoa não confia em mim, noutro dia outra pessoa vai-me confiar o seu segredo, e enquanto isso os meus cabelos caem de frustração, porque nunca sei quando é que alguém me vai mandar cano a baixo novamente.

Comentários

  1. Já apanhei um susto assim! Não é nada fácil!
    E lá está, só porque há problemas muito maiores no mundo, não quer dizer que os nossos não doam!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, mas ainda me fazem sentir mais egoista!

      Eliminar
  2. Acho que se passaram a confiar é um ponto bom, o melhor era confiar também.
    Bjinhos ♥
    http://sarranheira.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não é confiança... Essa ainda está noutro patamar!

      Eliminar
  3. Os nossos problemas podem ser pequenos comparados com tantos outros problemas, mas são os nossos e só nós sabemos o que vai dentro do nosso coração e como nos sentimos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Exactamente, eu sei isso tudo, mas essas coisas fazem-me sentir egoista!

      Eliminar
  4. Há que aprender a relativizar... mas cada um sente os problemas de acordo com a sua realidade.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estou num estado que nem sei como é que se relativiza!

      Eliminar
  5. r: podes ver a capa na nova página deste meu blog: http://r-real-life.blogspot.pt/p/instagram.html

    ResponderEliminar
  6. Queres um conselho desfocaliza-te do teu cabelo e deixa que sejam os outros a ficar com eles nas mãos...não gostam, temos pena, mas não gostam verdadeiramente de ti se se incomodam com isso...os cabelos caem por diversas razões e há muitas formas de minimizar esse facto...depois, que interessa um cabelo se é a parte interior do cérebro que é a mais importante.Nos últimos tempos convivi com inúmeras pessoas que viram cair todo o cabelo por motivos bem graves e senti que as pessoas fortes vão á luta e tornam esse facto insignificante...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu estou a ir à luta, acredita que estou!

      Eliminar
  7. Eis algo que aprendi, Isy, e talvez venha a ajudar um pouco: ninguém nos pode mandar cano abaixo, a não ser que nós mesmos assim nos sintamos! Vamos em frente, amiga; somos capazes disso, sim! Boa semana.

    ResponderEliminar
  8. a vida dá-nos barreiras de vez em quando para provarmos a nos mesmas que somos mercedoras da vida *

    Beijinho
    Kelly
    scream-of-beauty.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isto aqui mais parece uma corr9ida de obstáculos!

      Eliminar
  9. Pare de pensar no que os outros irão pensar. Faça sua parte e mostre segurança.
    big beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. querida, os "outros" a que me refiro são pessoas que são extremamente importantes para mim, não posso simplesmente deixar de pensar neles como se eles não valessem nada...

      Eliminar
  10. Acho que quem está a mandar-te pelo cano abaixo, és tu própria. Atenção a isso.
    Não te preocupes com aquilo que os outros pensam e sê feliz!

    Beijocas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas ninguém consegue viver sem a aprovação total dos outros, principalmente se forem pessoas de quem gostamos..

      Eliminar
  11. R: Penso que já se curou mas pouco me importa, beijinho!

    ResponderEliminar
  12. Nós temos que saber lidar com os altos e baixos que a vida nos traz minha querida*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Venham os altos que os baixos já cá andam há muito tempo!

      Eliminar
  13. cada um tem a sua cruz... infelizmente temos que os carregar e temos que lutar sempre!

    ResponderEliminar
  14. não penses tanto no que pode acontecer e pensa mais em ti e não tanto na relação com os outros! força!

    r: é que é mesmo! -.-

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu entendo muito bem isso que tu eoutra me pessoas me tem dito, mas a verdade é que não posso mesmo ignorar os outros, não é sequer hipótese!

      Eliminar
  15. Força e espero que desabafar aqui ajude.
    um beijinho
    Gábi

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, está a ajudar, obrigada por me aturarem!

      Eliminar
  16. É normal que tenhamos medo, mas não podemos deixar que a nossa vida seja regrada por esse medo. Há que nos libertar de tudo aquilo que nos aprisiona. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, mas a vida não é como um t-shirt que simplesmente se veste e despe, existem coisas, laços e obrigações que tem que ser mantida e estruturadas... Se fosse assim tão simples acredita que já o tinha o feito.

      Eliminar
  17. como te entendo, as pessoas mudam consoante as circunstâncias...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. pois, só eu é que não consigo mudar a tempo de acompanhar todas as circunstâncias...

      Eliminar
  18. Auto-confiança, bonita!
    Fico feliz que tenha mudado o visual do bloguinho. É a melhor forma de recomeçar...
    Beijocas

    rendasepaetes.com

    ResponderEliminar
  19. Talvez tenhas de arranjar forma de relaxar um pouco e acreditar que há gente que simplesmente se importa contigo

    ResponderEliminar
  20. Tens de te focar mais nas coisas boas e em quem te quer bem e não viveres angustiada sem saber o que o amanhã te pode trazer, de menos bom. Tenta controlar a ansiedade*

    ResponderEliminar
  21. Oh, podes não acreditar mas eu sou mesmo muito stressada, por sorte minha nunca me cairam os cabelos à custa disso, mas não me espantava nada se isso acontecesse dado a pilha que sou!
    Mas já fui pior do que agora, já tive mais vontade de explodir do que o que tenho hoje em dia.
    E com isto tudo eu quero dizer que, tal como eu fiz, tens de controlar a tua ansiedade. Tens de parar um segundo que seja e focar-te no que realmente importa, respirar fundo.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

TAG| 100 perguntas que ninguém pergunta

Sabendo como eu gosto de responder a TAGs a Matilde do blog "O Cantinho da Tily", nomeou-me para este desafio bem simples e divertido. As regras são simples, responder às 100 perguntas, e nomear quem quisermos. Vamos a isso? 1. Você dorme com as portas do seu armário aberta ou fechada? Prefiro fechada por uma questão de organização, mas não me faz diferença. 2. Você leva embora os shampoos e condicionadores dos hotéis? Sim!!! 3. Você dorme com seu edredão dobrado para dentro ou apra fora? Tanto faz! 4. Você já roubou uma placa de rua? não, mas confesso que gostava de ter uma! 5. Você gosta de usar post-it? Adoro! 6. Você corta cupões, mas depois nunca usa? Sim! 7. Você prefere ser atacado por um urso ou um enxame de abelhas? Venha o diabo e escolha! 8. Você tem sardas? Nop. 9. Você sempre sorri para fotos? Quase sempre! 10. Qual é a sua maior neura? Ui se as coisas não levarem o rumo que eu quero fico do pior! 11. Você já contou seus passos enquanto você andava? Sim. 12. Você já fez x…

As férias acabaram... Como é que ficaram os animais abandonados?

Existe uma dura realidade que após as férias de verão fica esquecida. Se no inicio do verão as campanhas de sensibilização são muitas (e mesmo assim não são suficientes), a verdade é que depois dos dias dourados de verão, já ninguém pergunta o que aconteceu ao cão idoso que abandonaram às portas de uma instituição, ou então como está aquele cachorrinho que deixaram na beira da estrada.
A minha pergunta para vocês é: Afinal o abandono está a diminuir?
E infelizmente a resposta é não! No final do verão contactei várias instituições que recolhem animais e as respostas são sempre iguais: Não! Não diminuiu.
Para vos ilustrar esta realidade, pedi a várias instituições dados sobre o abandono de animais durante os meses de verão, porém só a Associação Midas no Porto é que se ofereceu para disponibilizar dados concretos:

2015 - 53 animais acolhidos pela instituição.
2016 - 107 animais acolhidos pela instituição. 
2017 - 71 animais acolhidos pela instituição.

Porém antes de começarem a bater palma…

A menina bonita

Decerto que lhe conhecem a imagem, a menina de nove anos, chama-se Kristina Pimenova, e é já considerada uma das raparigas mais belas dos últimos tempos.
A criança, é modelo para marcas como Armani, Vougue e Dolce & Gabanna, e desde os 3 anos que assina contratos milionários. Kristina Pimenova, nasceu em Moscovo, e está inscrita em agências de modelos desde tenra idade. Quem patrocinou tudo isto?! A sua mãe, Glikeriya Pimenova, também uma ex-modelo, tem levado a filha à ascensão, porém, tem também sido criticada por isso. Além de muita gente a criticar por não permitir que Kristina tenha a vida de uma criança normal, a mãe da mesma é ainda mais criticada por ter permitido que recentemente a filha pousasse maquilhada e vestida de forma pouco própria para a sua idade. Glikeriya Pimenova, gere os contratos milionários da filha, bem como as redes sociais da mesma que já tem mais de 300 mil seguidores. Porém não é o numero de seguidores que vai determinar a infância que muitos dizem p…