Avançar para o conteúdo principal

Quando os negócios correm mal... (Parte 2)


Ora bom dia a todos. Apesar de não me conhecerem oficialmente, já ouviram falar muito de mim. A verdade, é que tenho gosto em poder participar também, mas acima de tudo tentar expor um pouco mais uma visão da "nossa" perspetiva.

Aproveito desde já para me referir a este último post publicado, e à tão falada "Guerra dos Sexos". Nunca interpretei que, aqui, a palavra guerra tivesse uma conotação negativa…
 Mas certamente tem o seu mérito!
 Sou muito sincero, concordo com a Isy quando ela diz que faz falta um manual de instruções. Mas eu pergunto-me... De quem será esse manual? Dele, ou dela?

fonte
Não tenho intenção nenhuma de falar de feitios, boas ou más disposições, ou azares do momento. O meu maior foco está nas diferenças. Todos somos diferentes, e também tempos pontos em comum. Há uns que são diferentes em tudo (ou quase tudo). Mas as semelhanças são aquilo que nos atrai no nosso mais-que-tudo.

Apesar destas coisinhas fofas e carinhosas que conseguimos ver, elas muitas vezes não o veem. O facto de pensarem que estão feias, que têm muitos defeitos, que sentem necessidade de procurar um estado de perfeição cada vez mais elevado... Isso acaba por ser desgastante. Não só para elas, mas para nós também.

Quero desde já frisar, que não pretendo ser mal-entendido quando me refiro a "eles" e "elas". Mas há determinadas coisas que simplesmente não são iguais.
Se por um lado temos o cromossoma X a criar a necessidade (mesmo quando inexistente) de justificar as carteiras, sapatos, vestidos, pinturas, pochetes... E o "amaldiçoado" closet!!! No reverso da medalha, temos o Y que, a meu ver é muito mais simples.
É claro que também temos as nossas manias e pancas. Mas também temos os carros, motas, jogos, copos, surpresas que nos esforçamos para as fazer felizes.

Vidas que se cruzam, são relativamente fáceis de lidar. São pequenos pontos de atrito ou compreensão entre duas pessoas. Mas vidas entrelaçadas é um outro patamar. Nunca se pode (nem deve!) ignorar o outro elemento, nem os "tricos e trecos" que fazem de nós quem nós somos.

Sinceramente... Acho que não existe guerra nenhuma. Apenas algumas coisas que demoram a entender, como o facto de nós não conseguirmos perceber a euforia que elas sentem quando veem uma montra com coisas a reluzir do outro lado, assim como lhes faz uma TREMENDA confusão quando nós precisamos do nosso cantinho, onde temos a capacidade de ficar no nosso silêncio mental, sem pensar em rigorosamente nada.

Achei que esta era uma boa altura para eu começar a partilhar no blog, e ajudar a desenvolver mais as questões. Não sou defensor de um lado único, mas também necessito de defender a nossa posição. Por hoje não vos maço mais, mas contudo cá nos veremos outra vez.

Até a uma próxima, portem-se bem (ou mal, como preferirem).

Comentários

  1. Ora bem. É sempre bom ver a versão masculina.
    :)

    ResponderEliminar
  2. É importante e pertinente abordarmos temas interessantes como tem feito...partindo de acontecimentos que vão enchendo nossa vida!
    Eu estarei atenta e sempre que puder: "...uma curta opinião"!!! BJ

    ResponderEliminar
  3. R: Fiquei super interessada com o desafio, e acho que vou fazer...estou a preparar a lista :)
    Beijinhos*

    ResponderEliminar
  4. Gostei bastante de ler a opinião masculina por estes lados*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. acho que a participação dele aqi vai ser positiva...

      Eliminar
  5. Boa tarde Isy e Princípe da Bé, sabe que gostei do seu jeito de escrever e por ser partilhado, podemos entender os 2 lados. Claro que não estão em guerra, mas estão, de fato, interessados em ajustar as diferenças que obviamente existem entre o homem e a mulher. Quando se permite o olhar de frente, nada têm a temer, pois já estão a ajustar o desafio, que com certeza terminará empatado...
    Abraços carinhosos
    Maria Teresa

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. a nossa intenção seria mesmo essa essa, senão talve fosse complicado saber só um dos lados e até monótono!

      Eliminar
  6. Olá!
    Penso que ainda não tinha visto este blog, mas como a minha memória por vezes me prega partidas, pronto cá vim eu hehehe
    Também não creio que exista uma "guerra dos sexos", apenas pontos de vista e situações diferentes.
    Diferentes mas que se completam :)
    Gostei do blog, continuem!

    ResponderEliminar
  7. Hello ! Concordo com a parte de não existir nenhuma guerra entre sexos, mas, como mulher também sei que todo o homem procura a mulher perfeita, em contrapartida nós também procuramos o homem perfeito. Mas desde já digo, o que é perfeito para nós não tem de ser para os outros! Bom texto, gostei bastante!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. acho que posso agradecer em nome no príncipe

      Eliminar
  8. O fato é que um sexo não vive sem o outro.
    Big beijos
    Lulu on the Sky

    ResponderEliminar
  9. Talvez "guerra" não seja o termo mais apropriado... Mulheres e homens terão sempre as suas diferenças e atritos e, no fundo, isso é que torna as relações interessantes...!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Claro que sim, o que é uma relação sem um pouco de estimulo e de diferenças?! hehehe

      Eliminar
  10. é bom ter a opiniao de um homem por aqui :)

    R: Não mas um dia quem sabe eheheh :p

    *Beijinhos*
    Caty<3
    http://myfairytale4.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  11. R: Own, obrigada *.*
    Ahahah, é óbvio que não, ele é parvo, sonha muito :D

    ResponderEliminar
  12. r: ele agora já está bom c:
    como é óbvio aproveitámos mas amanhã já vai trabalhar, pronto acabou o que era bom s:

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O que é bom acaba depressa... infelizmente

      Eliminar
  13. adorei o blog, principalmente, de serem os dois a escrever :)

    ResponderEliminar
  14. Mulheres e homens terão sempre as suas diferenças :)

    ResponderEliminar
  15. R: Está bem querida :) Não me importo nada de o fazer ^^
    Beijinhos*

    ResponderEliminar
  16. Eu também são sou defensora apenas dum lado. Temos que saber ver sempre o outro lado também :)

    R: Comigo já é ao contrário ehehe

    ResponderEliminar
  17. Tens toda a razão, sem dúvida. Eu sou mulher mas vejo e entendo muito melhor o prisma dos homens. Não sou de compras nem dessas coisas mais típicas das mulheres, e detesto a confusão de um shopping, mas lá está, somos todos diferentes e, a meu ver, são essas diferentes que nos fazem sentir atracão e gostar, é isso que cria a chama.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

TAG| 100 perguntas que ninguém pergunta

Sabendo como eu gosto de responder a TAGs a Matilde do blog "O Cantinho da Tily", nomeou-me para este desafio bem simples e divertido. As regras são simples, responder às 100 perguntas, e nomear quem quisermos. Vamos a isso? 1. Você dorme com as portas do seu armário aberta ou fechada? Prefiro fechada por uma questão de organização, mas não me faz diferença. 2. Você leva embora os shampoos e condicionadores dos hotéis? Sim!!! 3. Você dorme com seu edredão dobrado para dentro ou apra fora? Tanto faz! 4. Você já roubou uma placa de rua? não, mas confesso que gostava de ter uma! 5. Você gosta de usar post-it? Adoro! 6. Você corta cupões, mas depois nunca usa? Sim! 7. Você prefere ser atacado por um urso ou um enxame de abelhas? Venha o diabo e escolha! 8. Você tem sardas? Nop. 9. Você sempre sorri para fotos? Quase sempre! 10. Qual é a sua maior neura? Ui se as coisas não levarem o rumo que eu quero fico do pior! 11. Você já contou seus passos enquanto você andava? Sim. 12. Você já fez x…

As férias acabaram... Como é que ficaram os animais abandonados?

Existe uma dura realidade que após as férias de verão fica esquecida. Se no inicio do verão as campanhas de sensibilização são muitas (e mesmo assim não são suficientes), a verdade é que depois dos dias dourados de verão, já ninguém pergunta o que aconteceu ao cão idoso que abandonaram às portas de uma instituição, ou então como está aquele cachorrinho que deixaram na beira da estrada.
A minha pergunta para vocês é: Afinal o abandono está a diminuir?
E infelizmente a resposta é não! No final do verão contactei várias instituições que recolhem animais e as respostas são sempre iguais: Não! Não diminuiu.
Para vos ilustrar esta realidade, pedi a várias instituições dados sobre o abandono de animais durante os meses de verão, porém só a Associação Midas no Porto é que se ofereceu para disponibilizar dados concretos:

2015 - 53 animais acolhidos pela instituição.
2016 - 107 animais acolhidos pela instituição. 
2017 - 71 animais acolhidos pela instituição.

Porém antes de começarem a bater palma…

A menina bonita

Decerto que lhe conhecem a imagem, a menina de nove anos, chama-se Kristina Pimenova, e é já considerada uma das raparigas mais belas dos últimos tempos.
A criança, é modelo para marcas como Armani, Vougue e Dolce & Gabanna, e desde os 3 anos que assina contratos milionários. Kristina Pimenova, nasceu em Moscovo, e está inscrita em agências de modelos desde tenra idade. Quem patrocinou tudo isto?! A sua mãe, Glikeriya Pimenova, também uma ex-modelo, tem levado a filha à ascensão, porém, tem também sido criticada por isso. Além de muita gente a criticar por não permitir que Kristina tenha a vida de uma criança normal, a mãe da mesma é ainda mais criticada por ter permitido que recentemente a filha pousasse maquilhada e vestida de forma pouco própria para a sua idade. Glikeriya Pimenova, gere os contratos milionários da filha, bem como as redes sociais da mesma que já tem mais de 300 mil seguidores. Porém não é o numero de seguidores que vai determinar a infância que muitos dizem p…