quarta-feira, 24 de maio de 2017

Hora da Póóóchete#41

No outro dia fui tomar café à marina do Porto. Como estava uma noite agradável optamos por ficar na esplanada. Pediu o meu café e quando vou para pagar, pego no porta-moedas sem reparar que ele estava aberto e por isso a moeda que eu ia tirar para pagar caiu ao chão.
 O pior?! O chão era uma espécie de estrado e a moeda caiu para baixo dele sem eu a ter como recuperar! E claro que foi a moeda de 2€ que caiu, e não uma das cinco ou seis de 0.10€ ou 0.05€ que tinha no porta-moedas.
Moral da história, já não basta ser pobre que é sempre a moeda de valor mais alto que nos cai ao chão!

32 comentários:

  1. Tem mesmo!!

    Isso é que pouca sorte :o

    NEW REVIEW POST | Make Me Bio: For an Amazing Skin Care
    InstagramFacebook Official PageMiguel Gouveia / Blog Pieces Of Me :D

    ResponderEliminar
  2. Ja me aconteceu o mesmo :O
    Haja saude!
    Bjinhosss
    https://matildeferreira.co.uk/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que é daqueles azares que assistem a todos!

      Eliminar
  3. Ora bolas, que azar! E não a conseguiste recuperar, pois não!?
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Que azar x.x
    _________________________
    All The way is an adventure
    Jess & Rose Blog | Instagram | Youtube

    ResponderEliminar
  5. Olá, pois é como a tampa da manteiga, cai sempre com a parte de baixo no chão, ser ria não ter poder económico, certamente que amiga é muito rica no mais importante que a vida lhe dá.
    AG

    ResponderEliminar
  6. Ao desculpa tive mesmo que me rir porque tem certa piada. E que de facto nunca calha o dinheiro mais pequeno não.

    Beijinhos,
    www.pirilamposemarte.com

    ResponderEliminar
  7. It's really exist. A bit unlucky.

    ResponderEliminar
  8. Quanto maior a moeda... mais pesada se torna... são as primeiras a cair...
    Para a próxima... se pagares com moedas de um centimo... e te acontecer o mesmo... vais ver que ainda sobra dinheiro para os cafés, se acontecer o mesmo... e dás uma alegria ao empregado... andam sempre aflitos com trocos... :-D
    Beijinhos
    Ana

    ResponderEliminar