Avançar para o conteúdo principal

Sobre aquela coisa de trabalhar num call center (II)

Cada dia que passa, fico mais fascinada com o meu trabalho. Ou melhor, fico completamente admirada com as coisas que saem da boca dos clientes.
fonte
Por vezes dou comigo a desligar uma chamada e perguntar se aquilo aconteceu mesmo ou se estarei num universo paralelo um tanto ou quanto duvidoso.

Situação nº8
"Pare de ligar para o meu marido sua porca!!!"
Minha senhora, primeiro, eu tomei banho de manhã, segundo controle a língua e terceiro (e talvez mais importante de todos) controle o seu marido. Eu quero apenas apresentar um serviço de televisão, se quisesse o seu marido não lhe ligava, fazia logo a instalação, entendidas?

Situação nº9
Cliente: Está mesmo a ligar da empresa X?
Eu: Sim estou.
Cliente: Está mesmo?
Eu: Sim, estou.
Cliente: Está mesmo a ligar da empresa X?
Eu: Sim!
Cliente: Tem a certeza que está a ligar da empresa X?
Eu: Minha senhora com todo o respeito, mas apesar do sono, tenho quase a certeza que hoje de manhã quando cheguei ao trabalho entrei no edifício da empresa X!
Ou isso, ou estou a ligar para vender cotonetes, queria era ver se a enganava!

Situação nº10
"Quer falar com o srº António? Então vá ter com ele que ele está debaixo da terra!"
Eu não sou arqueóloga!
Hum esperem lá, isto foi uma ameaça?! Será que a posso processar?!

Situação nº11
"Agora não posso que não estou em casa"
Hum era tudo muito bonito se eu não estivesse a ligar para um telefone fixo, e tendo em conta a voz do cliente não me parece que ele tenha idade para ter uma app que lhe permite atender o fixo no telemóvel.

Situação nº12
Eu: Posso falar com o senhor Joaquim?
Cliente 1: Vou passar.
Cliente 2: Bom dia!
Eu: Bom dia, estou então a falar com o senhor Joaquim?
Cliente 2: Não, ele morreu.
Eu: Peço imensa desculpa...
Cliente 2: Não faz mal, mas diga-me lá porque é que me está a ligar?
Eu: Era para fazer uma proposta de um serviço de televisão, telefone fixo e internet.
Cliente 2: Ah ele não pode decidir nada porque está acamado!
Oh Meu Deus! Com quem é que eu estou a falar afinal?! Ora está morto, ora está vivo mas acamado, ora lhe vão passar o telefone! Será que isto é uma nova versão dos zombies? Hollywood tens ver isto!

Se quiserem se rir mais um pouco às custas do meu trabalho podem ver o primeiro post neste link.
A máxima mantém-se se entretanto não for despedida, eu vou partilhando mais alguns tesouros.

Comentários

  1. Ahahah verdade, verdade :P Tinha-me esquecido disso!

    Tenho amigos meus a trabalhar em Call Centers e dizem que não é fácil. :/ Realmente muitas dessas situações, agora, dão para rir... Mas na altura devem ser enervantes!

    NEW BLOGGER TIPS POST | My Blogging Essentials.
    InstagramFacebook Oficial PageMiguel Gouveia / Blog Pieces Of Me :D

    ResponderEliminar
  2. Bom dia, nunca trabalhei num Call Center, imagino o numero enorme de chamadas que fazem durante o horário de trabalho, significa que apanha no outro lado da chamada de tudo e mais alguma coisa, desde a pessoas sem paciência ás pessoa simpática, respeito o trabalho de cada um, mas é saturante todos os dias e muitas das vezes mais que uma vez, estar a ser incomodado, optei por pedir desculpa e dizer que que não posso estar ao TLM, as situações inesperadas que acima se refere, nos fim torna-se engraçadas e dá para descomprimir.
    AG

    ResponderEliminar
  3. Ahahahah, realmente é preciso uma paciência de santa! Uma pessoa ouve com cada coisa...
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Ri-me à brava , eu já fui vendora porta a porta da NOS e havia coisas muito engraçadas também 😂

    ResponderEliminar
  5. Quero a parte 3!!!
    Deveras engraçado!
    Beijinhos 😘

    ResponderEliminar
  6. Não há mesmo necessidade de ser mal educado.
    Bjs

    ResponderEliminar
  7. Por acaso nunca trabalhei em call centers mas trabalhei mais de 15 nos no apoio ao cliente em varias empresas e acredita que tambem tenho situações bem peculiares :D acho que faz parte ;) tenho todo o respeito por quem trabalha em call centers, ha alguns muito enervantes mas tudo se resolve com respeito :)
    Bjinhosss e bom fim de semana*
    https://matildeferreira.co.uk/

    ResponderEliminar
  8. Imagino que deve ser hilariante...por vezes!!!bj

    ResponderEliminar
  9. Ah ah ah, estão todos muito bons, mas a 10ª está de morrer... a rir! :) Beijinhos
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  10. Que dose de paciência ;)
    http://adiaryb.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  11. ahahahahah olha linda, sempre ouvi falar mal, muito mal dos call centers :( que pagam mal e se atura muito. espero que arranjes coisinha melhor :)
    Bjxxx

    ResponderEliminar
  12. ;)

    O bom é que você sempre tem histórias engraçadas pra contar! hahaha!

    Ótimo sábado!

    Beijo! ^^

    ResponderEliminar
  13. Pode ser engraçado, dependo da vossa paciência e horas de trabalho!

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  14. Meu Deus, nunca pensei! A nº 8 está demais!

    ResponderEliminar
  15. Para quem está de fora estas situações têm a sua piada, mas ter que lidar com isso diretamente não é nada fácil. Uma pessoa ouve cada coisa :o

    ResponderEliminar
  16. Bem, é preciso uma paciência, daquelas! Trabalhar em call-centers não é para qualquer um, é preciso mesmo um grande "estofo".
    Trabalhar no atendimento ao cliente é sempre uma aventura! Nunca se sabe o que se vai apanhar :D
    Beijinhos e bom fim de semana!

    ResponderEliminar
  17. ás vezes eu também assisto a esse mundo paralelo (quero acreditar nisso) e dá para rir...a mim dá-me para isso. tanto tolinho nesse mundo minha nossa.
    beijinhos,
    elisaumarapariganormal.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  18. Ahahahahaha!
    Só rindo mesmo!
    Haja paciência!... :-)
    Beijinhos
    Ana

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

TAG| 100 perguntas que ninguém pergunta

Sabendo como eu gosto de responder a TAGs a Matilde do blog "O Cantinho da Tily", nomeou-me para este desafio bem simples e divertido. As regras são simples, responder às 100 perguntas, e nomear quem quisermos. Vamos a isso? 1. Você dorme com as portas do seu armário aberta ou fechada? Prefiro fechada por uma questão de organização, mas não me faz diferença. 2. Você leva embora os shampoos e condicionadores dos hotéis? Sim!!! 3. Você dorme com seu edredão dobrado para dentro ou apra fora? Tanto faz! 4. Você já roubou uma placa de rua? não, mas confesso que gostava de ter uma! 5. Você gosta de usar post-it? Adoro! 6. Você corta cupões, mas depois nunca usa? Sim! 7. Você prefere ser atacado por um urso ou um enxame de abelhas? Venha o diabo e escolha! 8. Você tem sardas? Nop. 9. Você sempre sorri para fotos? Quase sempre! 10. Qual é a sua maior neura? Ui se as coisas não levarem o rumo que eu quero fico do pior! 11. Você já contou seus passos enquanto você andava? Sim. 12. Você já fez x…

A menina bonita

Decerto que lhe conhecem a imagem, a menina de nove anos, chama-se Kristina Pimenova, e é já considerada uma das raparigas mais belas dos últimos tempos.
A criança, é modelo para marcas como Armani, Vougue e Dolce & Gabanna, e desde os 3 anos que assina contratos milionários. Kristina Pimenova, nasceu em Moscovo, e está inscrita em agências de modelos desde tenra idade. Quem patrocinou tudo isto?! A sua mãe, Glikeriya Pimenova, também uma ex-modelo, tem levado a filha à ascensão, porém, tem também sido criticada por isso. Além de muita gente a criticar por não permitir que Kristina tenha a vida de uma criança normal, a mãe da mesma é ainda mais criticada por ter permitido que recentemente a filha pousasse maquilhada e vestida de forma pouco própria para a sua idade. Glikeriya Pimenova, gere os contratos milionários da filha, bem como as redes sociais da mesma que já tem mais de 300 mil seguidores. Porém não é o numero de seguidores que vai determinar a infância que muitos dizem p…

As férias acabaram... Como é que ficaram os animais abandonados?

Existe uma dura realidade que após as férias de verão fica esquecida. Se no inicio do verão as campanhas de sensibilização são muitas (e mesmo assim não são suficientes), a verdade é que depois dos dias dourados de verão, já ninguém pergunta o que aconteceu ao cão idoso que abandonaram às portas de uma instituição, ou então como está aquele cachorrinho que deixaram na beira da estrada.
A minha pergunta para vocês é: Afinal o abandono está a diminuir?
E infelizmente a resposta é não! No final do verão contactei várias instituições que recolhem animais e as respostas são sempre iguais: Não! Não diminuiu.
Para vos ilustrar esta realidade, pedi a várias instituições dados sobre o abandono de animais durante os meses de verão, porém só a Associação Midas no Porto é que se ofereceu para disponibilizar dados concretos:

2015 - 53 animais acolhidos pela instituição.
2016 - 107 animais acolhidos pela instituição. 
2017 - 71 animais acolhidos pela instituição.

Porém antes de começarem a bater palma…