Avançar para o conteúdo principal

"Estou a trabalhar no meu 4º disco de originais"

Cantor, compositor e músico. Olhando para a biografia de Filipe Santos uma pessoa diria que este rapaz nasceu para a música, e com ela cresce de dia para dia.
Filipe Santos tinha apenas 24 anos feitos em dezembro, quando a 16 de fevereiro de 2003, pisou pela primeira vez os palcos da Operação Triunfo. As expectativas eram muitas e o trompetista do Entroncamento sempre as aceitou como um desafio.

Ontem é só Memória: Qual foi a meta que estipulaste assim que pisaste o palco da OT pela primeira vez?
Filipe Santos: Reconheço que na primeira gala não tinha qualquer tipo de meta a atingir, à medida que as semanas foram passando e em conversas que surgindo naturalmente com os colegas, a minha meta passou por ser chegar à décima gala. Essa foi uma meta que atingi e consegui superar. Fui para a gala 10 nomeado e sai de lá nomeado.

Dentro da escola, existia um enorme conjunto de coisas que faziam parte de toda a estrutura do programa, para que ele chegasse aos nossos televisores tal como o conhecemos. Tudo isto influenciava a disciplina e rigor aos quais os alunos eram expostos.

Ontem é só Memória: Consideras que sempre foste muito rigoroso contigo mesmo ou achas que em algum momentos "relaxaste"?
Filipe Santos: Mais do que o inevitável formato televisivo, a OT era uma escola de alto rendimento artístico, com horários, disciplinas, objetivos e conteúdos. Todos estes fatores tinham que ser superados semana após semana, além disso estava inerente o facto de este ser, na altura o maior programa realizado em Portugal.
O stress das galas em direto, nervos, a própria máquina de produção e realização, o facto de estarmos afastados de toda a normalidade e daquilo que era o nosso dia-a-dia, o regime de internato sem noticias do exterior, influenciava o desempenho dos concorrentes.
Nesse sentido, e no meu entender, nunca relaxei pois todos estes pontos que referi fizeram-me aprofundar os estudos, os objetivos propostos, na parte prática, na técnica, etc...
Passados estes 13 anos, tenho a plena consciência de que toda essa enorme informação me influenciou de forma negativa naquele curto espaço de tempo, pois o cantor que era antes da OT ficou completamente apagado. Tornei-me mais cauteloso, sem correr riscos, a minha forma de cantar ficou diferente e isso de certa forma foi um incomodo.
Com o desenrolar do programa e sentido na pele nomeações atrás de nomeações, mesmo após o enorme trabalho que desenvolvia semanalmente na escola, comecei a "relaxar" e aí libertei-me, sendo cada vez mais eu.
Apesar de referir que toda essa informação num curto espaço de tempo me foi prejudicial, no final, e ao longo destes anos, foi uma enorme ferramenta de trabalho.
Diria antes que em vez de me ter "relaxado", me libertei.


A expressão "Espééétacular", chegou à escola pela boca do Filipe Santos, aos poucos e poucos esta foi uma expressão que foi sendo usada e abusada dentro daquela escola.

Ontem é só Memória: Conta-me lá como é que surgiu esta expressão?
Filipe Santos: Existem expressões, formas de estar, quem vem dos lugares, das terras e das gentes, esta expressão particularmente veio do núcleo da minha banda muito antes da Operação Triunfo. Através de mim esta palavras que era de certa forma uma expressão emotiva, foi transportada para os telespetadores e tornou-se como "viral". Apesar de não ser uma expressão que utilize hoje no dia-a-dia, porque surgiram outras, continuo a ouvi-la um pouco por todo o lado  através das pessoas com quem me vou cruzando na rua ou através do publico que acompanha os meus concertos. Sempre que a oiço, desenha-se um sorriso "parvo" e bom no meu rosto.
Ainda hoje me questiono como é que é possível 13 anos após a OT1 esta expressão ter sobrevivido. É incrível de facto, é caso para dizer que é espééétacular!



Ontem é só Memória: Estavas a contar com esta nomeação?
Filipe Santos: A avaliação que fazemos sobre os outros é de certa forma uma avaliação pessoal e dentro dos conceitos e interpretações de cada um. Se a mesma pessoa for avaliada por outros (avaliadores e júris) as perspetivas poderão ser distintas e chegamos à conclusão de que o resultado de uma avaliação é um caminho muito divergente, sinuoso e de diferentes pontos de chegada.
Dentro deste contexto temos um problema, a avaliação é de facto problemática pois o concorrente pode ter uma grande voz, mas não se mexe em palco, logo para os professores de técnica vocal este terá uma boa nota ao contrário da nota que será atribuída a outros pontos, como a postura, imagem, etc...
Os concorrentes era nomeados por um único ponto de muitos outros a avaliar.
Ontem é só Memória: Como é que lidavas com as nomeações?
Filipe Santos: Pessoalmente sempre me dei bem com as nomeações, primeiro porque na semana seguinte iria trabalhar sozinho com a música que iria apresentar na gala seguinte.
Por outro lado, e não fosse eu o concorrente mais nomeado de todas as edições do programa, consegui que o meu percurso no programa me fizesse chegar à gala final sendo eu um dos 5 finalistas. Desta forma concluo que apesar de todos os obstáculos que encontrei no percurso do programa e de todas as muitas "imperfeições técnicas" que me apontaram, o que mais valia ali era o voto do publico e foi graças a ele que cheguei à final do programa.



Depois das galas e da digressão, uma nova viagem começa.



Já perto do final, a Catarina Furtado perguntou abertamente ao Filipe Santos se ele queria ser famoso, sem hesitação, ele respondeu dizendo apenas que queria ser reconhecido.

Ontem é só Memória: Achas que se pode ser uma coisa sem a outra?
Filipe Santos: Quero acreditar que sim.

É certo que existem caminhos a seguir. Muito se perde no ser-se famoso, pois o que mais vende são as "cenas cor-de-rosa" em vez do trabalho das pessoas, basta abrir uma qualquer revista semanal ou olharmos para as capas das mesmas para verificarmos que os trabalhos de cada um dos que aparecem são sempre colocados em segundo plano.
Como disse, muito se perde em ser-se famoso. Podemos conhecer aquele artista muito famoso mas não conhecemos o trabalho dele nem nunca compramos nada do seu produto.
Acredito que o caminho será sempre mais árduo se não "entrarmos na cena", mas por outro lado o trabalho que é realizado dia após dia, ano após ano, na construção de um qualquer projeto será mais gratificante e que mais cedo ou mais tarde com esses anos de trabalho, de registos, de investimento, um reconhecimento maior acabe por surgir, pois o reconhecimento dos que me seguem já o tenho e esses não posso defraudar mudando de atitude. 


Ontem é só Memória: Sentes que tens o reconhecimento que procuravas quando saíste da escola da Operação Triunfo?
Filipe Santos: Sem dúvida. o meu percurso na OT ficou marcado na memória de muitos. O meu nome deixou de ser e a partir desse momento o Filipe Santos foi o nome pelo qual me começaram a tratar.
Nos dias correntes sinto isso através do carinho que me dão na rua diariamente, dos presentes que me enviam ou das inúmeras mensagens que me escrevem. Onde quer que eu vá ou esteja basta existir uma pessoa no meio de uma multidão que me reconheça para o "efeito dominó" acontecer.
Como em tudo na vida, ao sair da escola da OT um percurso chegou ao final. O importante é termos a noção disso mesmo, a vida é feita de ciclos e dessa forma um novo iniciou-se no dia seguinte. Não podemos ficar agarrados ao passado. Para voltarmos a alcançar as metas que já foram alcançadas no ciclo anterior  temos de trabalhar, trabalhar, trabalhar... é sempre o começar do zero o início de um novo ciclo.

Ontem é só Memória: Como foi a fama depois do programa?
Filipe Santos: A todos os locais onde ia as pessoas reconheciam-me e foi muito difícil essa absorção para mim. os olhares constantes de pessoas que não conhecia, o falarem, o questionarem, as fotografias, os autógrafos, entrevistas, enfim, faz parte da cena. Muitas dessas coisas ainda se mantêm hoje mas mais dentro daquilo que é o meu projeto atualmente.
Digamos que saboreio de forma diferente essas situações hoje em dia, dou mais valor às pessoas que despendem uns minutos do seu tempo para me virem cumprimentar e trocar duas ou três palavras.

Ontem é só Memória: A vida depois da OT foi aquilo que tinhas imaginado?
Filipe Santos: Não, muito pelo contrário, tudo deu uma volta de 180º. Acabei por tirar o meu curso. Na altura era agenciado por um agência de espetáculos e a partir daí começou o projeto Filipe Santos iniciou-se.

Ontem é só Memória: Qual é a tua próxima meta?
Filipe Santos: Estou a trabalhar no meu 4º disco de originais, no qual tenho objetivos concretos a nível da sua maturidade, sonoridade, textos, etc., para um disco que irá ser o primeiro após 10 anos de projeto.

Acompanhem o percurso do Filipe Santos através da sua página oficial, e fiquem a par das últimas novidades.

Entretanto convido-vos a ler algumas passagens que não constam nesta entrevista, para isso basta um clique e conseguem ver tudo aquilo que aqui não foi dito.

Comentários

  1. Não conhecia!

    http://imthefifthelement.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  2. Uma entrevista muito bem conduzida. Aborda detalhes que só um olhar jornalístico profissional pode captar. Ótima entrevista, mostrando a simpatia de ambos!!!!
    Prazer em conhecer tão jovem e talentoso artista!!!

    ResponderEliminar
  3. Olá bom dia,
    Amei o seu post!
    Mil beijinhos
    http://teensfashionloom.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  4. Lamento desiludir-te, mas não fazia a miníma ideia de quem era.

    ResponderEliminar
  5. 13 anos ??como tempo voa, só a Catarina Furtado é que está na mesma,, gostava bastante dele, mas depois perdi-lhe o rastro,,
    beijinhos
    http://belezademulheremae.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  6. Adorei, adorei relembrar o Filipe Santos, era dos meus preferidos :) Entrevista bem estruturada, com respostas bem conseguidas, o Filipe e dos meus :D gosta de conversar :)
    Estou a gostar muito destas entrevistas, lindona, continua assim :)

    Bjinhoooss

    https://matildeferreira.co.uk/

    Bjinhos*

    ResponderEliminar
  7. Não conhecia, mais gostei da entrevista e de poder saber um pouco.

    beijos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. é normal, o programa não passava na televisão do Brasil (se não estou enganada)

      Eliminar
  8. Confesso que nunca ouvi falar, mas gostei de ler a entrevista :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, se calhar eras novinha quando a OT apareceu!

      Eliminar
    2. Não, nem por isso, faltam dias para eu fazer 27 anos, simplesmente é raro ver televisão.

      Eliminar
  9. Ainda me lembro dele. Já não sabia nada dele há imenso tempo.

    ResponderEliminar
  10. Ainda bem que deu a conhecer pois gostei da garra do jovem! Bj

    ResponderEliminar
  11. Não conhecia
    Beijinhos
    Clara Dinis
    docinhomorango7.blogspot.com

    ResponderEliminar
  12. Muito obrigado, querida :)

    sinceramente não o conhecia mas gostei imenso de ler a entrevista :)

    NEW FASHION POST | BALMAIN x H&M Wishes
    InstagramFacebook Oficial PageMiguel Gouveia / Blog Pieces Of Me :D

    ResponderEliminar
  13. É sempre bom saber que esse tipo de concurso serve realmente para lançar carreiras!
    beijinhos
    http://direitoporlinhastortas-id.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  14. Não continuei a acompanhar o trabalho do Filipe, mas a verdade é que ele é super talentoso!
    Adorei a entrevista, está excelente.

    r: Muito obrigada*

    ResponderEliminar
  15. Não o conhecia... mas gostei imenso da entrevista!
    Bom ver alguém ir atrás dos seus sonhos, e sem desistir!
    Bjs! BFS
    Ana

    ResponderEliminar
  16. Excelente entrevista!
    Bjs e bom fim de semana
    Ana
    http://www.receitasfaceisrapidasesaborosas.pt/

    ResponderEliminar
  17. Também não conhecia, acho que nunca vi esse programa. A entrevista tá excelente Parabéns .
    Feliz domingo querida.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  18. Qué fixe!!!
    Ese programa é original de Espanha "Operación Triunfo", lembro que foi o primeiro concerto que eu asisti (depois de esse nao parei) hahaha
    Nao conhecia a ele, mas vou ter que ouvir alguma música de ele.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  19. r: Obrigada!

    http://imthefifthelement.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  20. Muito obrigada pela visita volta sempre adorei
    Beijinhos
    CantinhoDaSofia
    Convido-te a participar Giveaway
    Novo Giveaway

    ResponderEliminar
  21. Boa entrevista
    Beijinhos
    Clara Dinis
    docinhomorango7.blogspot.com

    ResponderEliminar
  22. Amazing post dear! I invite you to joint a Giveaway on my blog:

    theprintedsea.blogspot.de/2015/11/phone-case-giveaway

    ResponderEliminar
  23. Gostei de ler a entrevista não o conhecia.
    http://retromaggie.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  24. adorei o post minha querida, belíssima entrevista :D beijinhos

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

TAG| 100 perguntas que ninguém pergunta

Sabendo como eu gosto de responder a TAGs a Matilde do blog "O Cantinho da Tily", nomeou-me para este desafio bem simples e divertido. As regras são simples, responder às 100 perguntas, e nomear quem quisermos. Vamos a isso? 1. Você dorme com as portas do seu armário aberta ou fechada? Prefiro fechada por uma questão de organização, mas não me faz diferença. 2. Você leva embora os shampoos e condicionadores dos hotéis? Sim!!! 3. Você dorme com seu edredão dobrado para dentro ou apra fora? Tanto faz! 4. Você já roubou uma placa de rua? não, mas confesso que gostava de ter uma! 5. Você gosta de usar post-it? Adoro! 6. Você corta cupões, mas depois nunca usa? Sim! 7. Você prefere ser atacado por um urso ou um enxame de abelhas? Venha o diabo e escolha! 8. Você tem sardas? Nop. 9. Você sempre sorri para fotos? Quase sempre! 10. Qual é a sua maior neura? Ui se as coisas não levarem o rumo que eu quero fico do pior! 11. Você já contou seus passos enquanto você andava? Sim. 12. Você já fez x…

Giveaway | Dourado é a melhor cor

O blog e a sbnails voltaram a firmar uma parceria e desta vez, foi para mimar os meus leitores. Agora que o verão está no auge, todos nós procuramos ter uma pele dourada e fresca, por isso este sorteio dá-vos a oportunidade de ganharem um Óleo Bronzeador Urucun Rosa Mosqueta:

Prémio:
O óleo de Rosa Mosqueta ajuda a acelerar a pigmentação da pele de forma natural. Proporciona à pele um bronzeado intenso, duradouro e com tom dourado.
Perfume Tropical floral com aroma da rosa mosqueta. Este é mais um dos produtos da linha body Screts, enriquecido com minerais que protegem a sua pele do ressecamento e deixando-as mais hidratadas.
Sua fórmula contém agentes hidratantes, óleo de grainha de uva, óleo de soja, pró vitamina A, vitamina E, extrato de cenoura e extrato de Guaraná.

Informações Importantes:

Inicio: 14 de julho de 2017
Fim: 18 de agosto de 2017

Envios feitos apenas para Portugal continental.
Só podem participar pessoas maiores de 18 anos. Se forem menores peçam a um adulto que autorize a…

Giveaway | Cabelos ao vento

Depois do sucesso dos últimos sorteios, achei mesmo que os meus leitores e seguidores mereciam mais e por isso e como revendedora Oriflame decidi sortear uma escova de cabelo ideal para escovar e dar brilho.

Prémio:


Escova de cabelo multi-funções da oriflame. ideal para escovar e dar brilho.

Informações Importantes:

Inicio: 12 de março de 2017
Fim: 08 de abril de 2017

Envios feitos apenas para Portugal continental.
Só podem participar pessoas maiores de 18 anos. Se forem menores peçam a um adulto que autorize a vossa participação.
Para participar é imperativo preencher o seguinte formulário.

Regras:

O sorteio vai ser feito apenas através de um sistema de pontos, cada requisito vai valer um determinado numero de pontos e depois cada ponto vai corresponder a um numero. O vencedor será calculado através do sorteador online.

Preencher o formulário de participação. (obrigatório)
Comentar este post a dizer que vão participar. (obrigatório)Ser seguidor do blog. (3 pontos)Seguir o blogno facebook. (3 …