Avançar para o conteúdo principal

Dizem por aí que é tradição...

Quando se fala em touradas em Portugal existe sempre alguém que diz "AH em Barrancos é tradição... Depois da tourada matam o touro e dividem a carne pelas pessoas da terra!"
Este tipo de comentários irrita-me, até porque sempre se matou para se comer. Se é justo para os animais? Não, não é, mas compreendo que as pessoas não podem ser obrigadas a ser vegetarianas, e que por isso se mate para comer, mas até a morte deve ser digna.
fonte
Quando se pagam bilhetes para ver um espetáculo sangrento o que se pode esperar? Atualmente ainda muitos adultos incentivam os filhos a gastar o seu dinheiro num evento onde um animal é maltratado e usado como fonte de entretenimento.
Será que a sociedade está à espera que quem não respeita um touro, respeite um cão ou um gato? 
Vejamos um cenário hipotético em que um pai ou mãe descobre que o filho apedrejou até à morte um cão ou um gato. Que moral tem esse parente de repreender a criança/adolescente quando foi esse mesmo adulto que o levou para a tourada, incentivando assim a violência contra os animais?
Outro ponto a analisar, é sem dúvida o fato de "ser tradição".
Analisemos a seguinte situação:
Um homem viaja para uma zona remota do planeta e é capturado por uma tribo de canibais que tem por tradição, torturar e sacrificar as pessoas antes de a comer. Estes canibais, tal como as pessoas em Barrancos, vão matar uma criatura, mas vai ser para alimentar toda a tribo, será por isso que eles têm direito de comer este homem inocente? Segundo a tradição sim, mas de acordo com a moral não.
A história é mesma, um ser vivo com direitos, colocado em diferentes tradições é torturado e morto porque elas assim o ditam.
Não digam que é diferente, pois cá para mim é a mesma coisa só muda o respeito que cada um tem perante o outro ser.

Comentários

  1. Claro que pais que levam os filhos para touradas, não se podem queixar de os filhos um dia serem violentos e que até batam nos pais. Compreendo que e como a maioria não é vegetariana os animais têm de ser mortos. Mas mortos com dignidade, não como se vê por aí. Já deixei de comer certos mariscos pois são postos a cozinhar vivos. Nunca comi foie gras, mas há dias vi um video de como isso é feito que fiquei horrorizada, o que os patos sofrem meu Deus! https://www.youtube.com/watch?v=27RFnNuzD8U
    A touradas nunca fui nem vou e só espero que isso acabe, como pode a mentalidade das pessoas chegar a este ponto? Tradições? Têm de acabar.

    ResponderEliminar
  2. Gostei do artigo e sou completamente contra o sofrimento animal seja em que espectáculo seja.
    Um abraço e continuação de uma boa semana.

    ResponderEliminar
  3. Excelente artigo, transmitis-te tudo o que me vai na alma em relacao a este assunto tao desagradavel... desde miuda que odeio touradas, alias fugia da sala sempre que o meu pai assistia :( E fiquei tao mas tao contente com a nova lei! Devagar devagarinho...

    https://matildeferreira.co.uk/

    ResponderEliminar
  4. pura ignorância enquanto seres humanos Não Evoluidos,,, como é possível nos dias de hoje com tanta informação alguém sentir satisfação a ver um ser vivo ser gozada, iludido e apunhalado vezes sem conta com o prepósito de o matarem??? quem faz mal aos animais que não têm o discernimento de humano faz mal a qualquer criatura,,,isso vê-se nos massacres, guerras, homicídios,, a evolução humana para alguns parou no tempo dos romanos dentro do coliseu a ver lutas de gladiadores,, abaixo a touradas e qualquer outra ""tradição""como esta que não têm absolutamente moral nenhuma!!!!!!!!!!!!!
    beijinhos
    http://belezademulheremae.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tens toda a razão. Sou apologista de que quem faz mal a um animal, faz mal a uma pessoa!

      Eliminar
  5. Disse tudo minha querida!
    É isso que sempre respondo quando me dizem "mas Deus deixou aí pra gente comer...".
    Eu sou vegetariana, mas minha resposta a essas pessoas é: "Deus disse para reinarmos sobre todas as coisas e REINAR significa GOVERNAR COM RESPONSABILIDADE, ou seja, ter compaixão e sabedoria com suas criações".
    Infelizmente, o ser humano tem muito o que aprender. Até no filme AVATAR é mostrado o respeito quando caçam um animal. Morte não é diversão e acho que todos temos que fazer algo para acabar com essas "bizarrices" na terra. Por isso, participo de várias campanhas com abaixo-assinados para acabarem com essas estupidez.

    Muito bom seu post, parabéns!
    Abração esmagador e lindo dia.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já somos duas a participar!
      Esse teu pensamento é bastante sábio. Obrigada por o partilhares aqui no blog!

      Eliminar
  6. A palavra-chave aqui é respeito. É preciso respeitarmos todas as formas de vida. Para mim, as tradições só fazem sentido se conseguem acompanhar a evolução do pensamento moral e ético, e claramente as touradas não são um exemplo. Pessoas que ainda apoiam tais iniciativas amparadas apenas na ideia da tradição, estão, a meu ver, atrasadas, paradas no tempo...
    Ótimo post querida, gosto muito de temas polêmicos.
    Beijinhos
    http://themarielement.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ora nem mais, é uma questão de adaptação aos novos tempos!

      Eliminar
  7. Não vou ser 'socialmente correcto' só para agradar à jovem e amiga blogger, por isso as próximas linhas são sinceras, e simplesmente demonstram a minha opinião sem desejar faltar ao respeito a ninguém, solicitando apenas que as respeitem.
    Fui habituado a gostar e a ver touradas, quase sempre na companhia do meu avô materno. Até tinha nas pares do meu quarto posters dos meus cavaleiros preferidos e grupo de forcados. Na altura o nosso País era conhecido (será que ainda é?) pelos famosos '3 F's... Fado, Futebol e Fátima' (não interessa a ordem).
    Fado nunca gostei ouvindo só e exclusivamente pela voz da minha jovem e amiga Gisela João;
    Futebol... Nem sei as normas, a não ser quando é golo!;
    Fátima nada me diza não ser que fica a caminho de localidades que frequento e tenho familia.
    Assisti sim a algumas touradas, vibrei mesmo, muito mesmo. Não me considero atrasado, parado no tempo, muito menos os meus filhos são violentos por terem um Pai que para além de adorar touradas, os educou, acarinhou, alimentou, trabalhou para eles, sofreu por eles e dá a vida se caso necessário, mas que nunca os habituou a ver, gostar, adorar ou detestar touradas. Nunca viram e não gostam por opção e ponto final.
    Adoramos animais, sempre tivemos cães (adoptados), funcionando cá em casa o respeito e bom senso, e nunca, mas nunca, fui censurado por gostar de touradas.
    É certo que a idade e a passagem do tempo (nunca os defensores dos direitos dos animais, que respeito) levou-me muito cedo a desligar-me de certas preferências/gostos pessoais e admito que hoje a tourada nada me diz, mas não por influência de ser ou não tradição, ser ou não correcto gostar ou não gostar.
    São outros tempos é certo, mas também é tempo de ponderação e bom senso. Afinal, não é só a tourada «um espectáculo degradante e contra os direitos dos animais...»
    As minhas desculpas pela extensão do comentário. Grato pela simpatia.
    Tudo de bom.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não tens que pedir desculpa. Aliás é um bom exemplo de educador. Infelizmente, eu referia-me aos educadores que desde de tenra idade levam as crianças a um espétaculo violento.
      Claro que os tempos mudaram, e acredito que à alguns anos ir a uma tourada era tão normal como ir ao teatro, porém acho que nos dias que correm já não é precisa brutalidade.
      Sei perfeitamente que as pessoas não são todas iguais, mas lamentavelmente existe uma grande maioria onde se inserem as pessoas que gostam do espétaculo pela violência.

      Eliminar
  8. Cada pessoa tem um gosto diferente é tanto que eu acredito ainda
    neste ditado cada cabeça é um mundo, mais sou contra a crueldade.
    Novo Vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=06avCiMDYGA
    Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  9. Um espectaculo que sempre achei odioso! Recuso-me a ver!... E a minha mãe até foi uma grande aficionada, quando era nova...
    Excelente post, Teresa!
    Beijinhos
    Ana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As atitudes dos pais nem sempre são reflexo dos filhos!

      Eliminar
  10. Há tradições que nunca conseguirei compreender!

    ResponderEliminar
  11. Oi Teresa
    Um espetáculo horrível
    Estas tradições onde a violência impera são incompreensíveis para mim
    Como conceber que um ser humano possa concordar com um ato tão bárbaro?
    Um beijo querida

    ResponderEliminar
  12. Não podia concordar mais contigo. Detesto touradas, acho que deviam ser proibidas, sinceramente. Pobres dos animais.

    ResponderEliminar
  13. Muito lúcida a tua contraposição com o cão e o gato. Eu deixei de comer carne há 10 anos, precisamente em que tive o meu primeiro gato mesmo "meu": pensei que não tinha nexo comer uns e acarinhar outros.
    Beijocas :)

    ResponderEliminar
  14. Gostei muito de ler o teu post :) Tornei-me Vegan há cerca de três anos por diversas razões, mas uma delas foi não compactuar mais com a indústria da carne e tudo o que envolve o sofrimento de animais. Claramente que sou contra as touradas, penso que seja "uma tradição" que no futuro deixará de existir, tendo em conta o número crescente de pessoas que finalmente vê a estupidez que tudo isto é.
    :) É bom ver mais alguém alertar para estas questões.
    Beijinhos
    Segui-te<3

    http://nuancesbyritadias.blogspot.pt/

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

TAG| 100 perguntas que ninguém pergunta

Sabendo como eu gosto de responder a TAGs a Matilde do blog "O Cantinho da Tily", nomeou-me para este desafio bem simples e divertido. As regras são simples, responder às 100 perguntas, e nomear quem quisermos. Vamos a isso? 1. Você dorme com as portas do seu armário aberta ou fechada? Prefiro fechada por uma questão de organização, mas não me faz diferença. 2. Você leva embora os shampoos e condicionadores dos hotéis? Sim!!! 3. Você dorme com seu edredão dobrado para dentro ou apra fora? Tanto faz! 4. Você já roubou uma placa de rua? não, mas confesso que gostava de ter uma! 5. Você gosta de usar post-it? Adoro! 6. Você corta cupões, mas depois nunca usa? Sim! 7. Você prefere ser atacado por um urso ou um enxame de abelhas? Venha o diabo e escolha! 8. Você tem sardas? Nop. 9. Você sempre sorri para fotos? Quase sempre! 10. Qual é a sua maior neura? Ui se as coisas não levarem o rumo que eu quero fico do pior! 11. Você já contou seus passos enquanto você andava? Sim. 12. Você já fez x…

Giveaway | Cabelos ao vento

Depois do sucesso dos últimos sorteios, achei mesmo que os meus leitores e seguidores mereciam mais e por isso e como revendedora Oriflame decidi sortear uma escova de cabelo ideal para escovar e dar brilho.

Prémio:


Escova de cabelo multi-funções da oriflame. ideal para escovar e dar brilho.

Informações Importantes:

Inicio: 12 de março de 2017
Fim: 08 de abril de 2017

Envios feitos apenas para Portugal continental.
Só podem participar pessoas maiores de 18 anos. Se forem menores peçam a um adulto que autorize a vossa participação.
Para participar é imperativo preencher o seguinte formulário.

Regras:

O sorteio vai ser feito apenas através de um sistema de pontos, cada requisito vai valer um determinado numero de pontos e depois cada ponto vai corresponder a um numero. O vencedor será calculado através do sorteador online.

Preencher o formulário de participação. (obrigatório)
Comentar este post a dizer que vão participar. (obrigatório)Ser seguidor do blog. (3 pontos)Seguir o blogno facebook. (3 …

Giveaway | Dourado é a melhor cor

O blog e a sbnails voltaram a firmar uma parceria e desta vez, foi para mimar os meus leitores. Agora que o verão está no auge, todos nós procuramos ter uma pele dourada e fresca, por isso este sorteio dá-vos a oportunidade de ganharem um Óleo Bronzeador Urucun Rosa Mosqueta:

Prémio:
O óleo de Rosa Mosqueta ajuda a acelerar a pigmentação da pele de forma natural. Proporciona à pele um bronzeado intenso, duradouro e com tom dourado.
Perfume Tropical floral com aroma da rosa mosqueta. Este é mais um dos produtos da linha body Screts, enriquecido com minerais que protegem a sua pele do ressecamento e deixando-as mais hidratadas.
Sua fórmula contém agentes hidratantes, óleo de grainha de uva, óleo de soja, pró vitamina A, vitamina E, extrato de cenoura e extrato de Guaraná.

Informações Importantes:

Inicio: 14 de julho de 2017
Fim: 18 de agosto de 2017

Envios feitos apenas para Portugal continental.
Só podem participar pessoas maiores de 18 anos. Se forem menores peçam a um adulto que autorize a…