quarta-feira, 6 de maio de 2015

Play with Playboy

O símbolo é inofensivo: um coelho! Que mal pode fazer um coelho?!
fonte
A verdade é que este pequeno coelho de laço ao pescoço, mudou o mundo e muitas mentalidades.
Estou a falar do coelhinho da Playboy. O coelho que mudou a maneira como as pessoas viam e viviam com as suas sexualidades.
O erotismo passou a ser permitido, e o corpo humano, passou de anatomia para símbolo sexual. A mulher deixa de ser vista como a esposa que fica em casa, mas como a senhora do seu corpo e do seu futuro. Já os homens percebem que não precisam de mentir nem se esconder para usufruir da verdadeira visão do corpo feminino.

Hugh Marston Hefner, foi o fundador da revista que mudou o panorama editorial, e o homem que colocou a monogamia de lado para desfrutar dos ideais que ele próprio defendia.

Resumidamente a playboy passou de uma revista, para uma marca, mas acima de tudo é um símbolo da liberdade sexual.

42 comentários:

  1. Oi Teresa, não acredito que a mudança tenha sido para melhor, vulgarizou o feminino. Abraços carinhosos
    Maria Teresa

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por um lado consigo entender onde quer chegar!

      Eliminar
  2. Mudou o mundo..... mudou a mulher e o homem.
    Esse coelhinho mudou mesmo o mundo!!!

    ResponderEliminar
  3. Mudou imenso a maneira de a própria mulher se ver :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sem dúvida, acho que o sexo feminino ficou muito mais confiante!

      Eliminar
  4. Amiga(a) é um prazer eu fazer uma visita ao teu maravilhoso Blog. Um abraço: Manoel Limoeiro de; Recife - PE.http://grupounidoderodafogo.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  5. Só serviu para trazer mais um pecado para o mundo!Para os mais jovens terem curiosidade e experimentarem fzr sexo e engravidarem!
    Só serviu para degredar o mundo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não acredito que tenha sido a Playboy a responsável, as mentes "abrem" depois as pessoas fazem o que entendem com aquilo que aprendem...

      Eliminar
  6. Olá Teresa
    Concordo com cada palavra do seu texto Teresa. Um ótimo artigo
    Beijos e um bom dia

    ResponderEliminar
  7. Concordo como que disse, mas ainda falta mudar algumas mentalidades que acham que por uma mulher pousar pra uma revista tipo a Playboy é uma mulher vulgar ou ordinária por exibir o seu corpo... Essas mentalidades muito "puritanas" que na verdade só sabem julgar os outros. Por outro lado, acho que o lado mau é que contribuiu para que alguns homens passassem a olhar para algumas mulheres apenas como objectos sexuais.
    Beijos,
    Telma
    Fui Eu Que Disse - Blog | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Algumas mentalidades são mais resistentes à mudança, faz parte...

      Eliminar
  8. Olá, Teresa!

    Posso tratar-te por tu? Podes fazer o mesmo em relação a mim.
    Estás bem? Por aqui, Lisboa, tudo calmo e normal.

    Não sei até k ponto, a Playboy teria, teria, escrevi eu, mudado, alterado mentalidades. Penso k foi como um "vulcão" com as normais consequências, mas depois, "hibernou", cessou a "atividade". Há homens que compraram e compram a revista, e não a exibem, em público, é produto para consumo da "casa, digamos, outros, compram-na para satisfazer prazeres pessoais (que falta de imaginação!) outros, nem com a revista "lá vão", e ainda outros, compram-na para mostrar ao mundo k estão mto à frente e são mto desinibidos. Ora, há aqui comportamentos distintos, mas todos têm uma razão de ser, se recuarmos na história dos afetos desses homens.

    Qto a nós, bem, corremos pra "janela", umas pra ver a "banda passar", outras para apanharem uma forte "corrente de ar", com forte gripe, como consequência e outras, por curiosidade e ponto final. Foi o meu caso.
    Penso k algumas quiseram experimentar e até continuar no espaço, apenas por DINHEIRO E FAMA, mas, como tudo tem um fim, um dia lá se foi o deslumbramento (preferencialmente, depois de já terem acumulado, fortunas) e fecharam a "loja".

    Acho o coelhinho mto interessante, mignon mesmo, e não vejo nenhum erotismo, nem sensualidade no símbolo k criaram. Bem, podemos imaginar uma mulher despida com um laçarote, tipo papillon ao pescoço. No mínimo, é caricato e apelativo.

    Qto ao link para k nos remetes e k já li, digo-te k já tinha conhecimento destes túneis através dos meios de comunicação social. Penso k a Mansão da Playboy deveria ou deve ser, algo fora de série, em todos os aspetos, mas, mesmo assim, prefiro viver na minha.

    Li o k escreveste no teu perfil e verifiquei k fazes um montão de coisas. Jornalista? Então, sabes "encher chouriços", não? Escritora? Já editaste alguns livros? Achei piada ao facto de tu dizeres k és casada. Essa tua afirmação, pode ser vista, por/de diferentes ângulos. Se o principal, é aquele em k estou a pensar, acho bem, embora isso sejam "contas do teu rosário", apenas. És mto nova, tens 26 anos, caso tenha feito bem as contas, e ainda nem sequer balzaquiana és, portanto, não tens direito a romance/livro, por enquanto.

    Dia a dia, consolidamos a nossa cultura, geral e específica, e a tua está em construção, mas a "habitação" será como "as obras de santa Engrácia" e ainda bem k assim é.

    Então, já não ouvias a canção k coloquei no blogue HÁ mto tempo. Pronto, já a ESCUTASTE, e fico contente, caso te tenha deliciado os ouvidinhos.

    Eu escrevo mto, como já percebeste, mas se isso te enfadar, diz-me, por favor, pke na escrita, eu não tenho limites, barreiras nem fronteiras.

    Um dia mega feliz.

    Beijos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho interessante alguns dos pontos que mencionou, mas por um lado também acho uma abordagem um pouco agressiva. Já agora, gostaria de perguntar à Céu se sempre foi assim áspra com as palavras, ou se ficou assim depois de algum episódio "menos bom".

      Tomara muita gente poder dizer que já fez parte da Playboy, com o prestígio que isso trás e ainda representa. Desenganem-se todos aqueles que pensam que Playboy é conotação negativa.

      Por fim, gostaria de acrescentar uma pequena nota. Textos longos e bem estruturados, não se tornam maçudos. O que se torna maçudo é o facto de abusar de "expressões" "mascaradas" "com" "diferentes" "sentidos".

      Eliminar
    2. Caríssimo, Sr. João Camarena!

      Não posso responder ao 1º parágrafo do seu comentário, porque não sei o que se significa a palavra, "ASPRA". Quer, por gentileza, explicar-me?

      Quanto às afirmações proferidas no 2º parágrafo, creio que o senhor não conseguiu interpretar o que eu escrevi, ou então, eu não consegui expressar-me, convenientemente. Enfim, isso, TRAZ algum desconforto para ambas as partes, convenhamos.

      Em relação ao 3º parágrafo, enfim, é a opinião do senhor, e opiniões valem o que valem.

      Eliminar
    3. Agora sim, uma resposta coerente a um post (ou a um comentário de um post).

      Quanto ao não saber o que significa a palavra aspra, talvez possa sugerir a pesquisa num dicionário, ou no Google (por exempo) caso seja de maior comodidáde.

      Eliminar
  9. Pensei que ias desenvolver mais mas isso foi uma constatação que toda a gente sabe e nos dias de hoje já não tem valor nenhum.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro anónimo, se fosse novidade era texto jornalístico e não post para um blog!

      Eliminar
  10. Hum...o símbolo para mim não significa nada :)

    Beijinho meu,
    Daniela Silva

    ResponderEliminar
  11. Ai Ai! Um Coelho não faz mal nenhum Teresa, mas uma coelha, nem queiras saber!
    Play always with Play...Boy

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  12. Realmente, acho uma marca prestigiada, mas concordo que todos tenham direito à sua opinião. Agora... não concordo com Céu. Parece que só vem com a intenção de lavar roupa suja... acho o seu comentário ao post de péssimo gosto.

    Bjxx para a Teresa, bom post, adorei os livros.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O anonimato é a atitude mais mesquinha e cobarde do ser humano.

      Eliminar
  13. Há de se levar em conta o esmero e bom gosto que são registros permanentes nas publicações Play Boy.
    Cadinho RoCo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sem dúvida, não referi isso, mas concordo que é importante!

      Eliminar
  14. Uma revista que enfeitiça o sexo masculino.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  15. Concordo com as tuas palavras.
    http://retromaggie.blogspot.pt/

    ResponderEliminar