quinta-feira, 7 de maio de 2015

Espero mesmo que não se repita

Não me sinto na obrigação de dar satisfações a ninguém, nem tenho o hábito de o fazer, mas depois do infeliz espetáculo que aconteceu ontem, acho que devo algumas explicações, principalmente aos meus leitores mais antigos, e que sempre mantiveram a sua melhor postura, mesmo quando o tema não era do seu agrado.
Como eu disse não me cabe nenhuma justificação e, currículos, certificados e documentação legal relativamente à minha formação apenas são para ser entregues às entidades empregadoras. Porém, posso garantir que em três anos de licenciatura, nunca tive no plano curricular nenhuma disciplina para "encher chouriços" (nem na minha licenciatura nem nas outras disponíveis na faculdade).
Relativamente à minha idade, pois bem, posso ainda não ser balzaquiana, mas a verdade é que cada idade tem a sua beleza, e eu estou a aproveitar e a fazer da minha aquilo que eu quero e acho conveniente. Isto também não cabe a ninguém julgar. Só depois de mais 4 ou 5 anos é que a minha  vida daria um livro?! Pois bem eu já tenho três, e caso não saibam, foi opção minha escrever fição. Como eu disse cada coisa a seu tempo e não quero tirar "prestigio" nem a ribalta aos mais velhos, que com medo de alguma coisa (seja ela qual for), talvez o excesso de idade possam se sentir ameaçados por gerações mais novas.
fonte
Não vou voltar a admitir o que aconteceu. O meu blog não é nenhum tanque publico nem nenhuma lavandaria para se lavar roupa suja. Não proíbo ninguém de ter opinião, nem sou ninguém para o fazer. No entanto, quando escrevo um post espero que as pessoas o comentem, o avaliem, deem sugestões, pareceres... Mas que não me julguem, tal como eu nunca o fiz, nem farei em momento algum. Quando eu quiser uma avaliação, eu publico o meu currículo, e ai sim, podem criticar à vontade. Aproveito para reforçar que "à vontade", não quer dizer faltas de respeito mesmo que mascaradas por aspas. Nunca na vida alguém aqui me viu apontar o dedo e estou "em minha casa". Quando tenho visitas em casa (e/ou no blog), são bem recebidos, e a única coisa que EXIJO é cordialidade e respeito.
Se as pessoas tiverem alguma coisa a dizer-me, existe no topo uma página de contactos que podem usar. Não usem os artigos que escrevo como máscara para comunicados que possam querer fazer chegar até mim, ou eventualmente, a outros.
Relativamente ao facto de o texto não trazer novidades, a minha intenção também não era essa. Acima de tudo sou jornalista. Se eu tivesse uma novidade decerto que não a ia publicar aqui, mas sim no jornal para o qual escrevo, e depois sim, não levem a mal, falava aqui (caso me fosse permitido, segundo o contrato que tenho, e conforme a ética jornalística pela qual me rejo sempre)
Não quero ser convencida nem territorial, mas como eu frisei, este espaço é meu. Aqui eu nunca impus regras, nunca foi necessário, e não tencionava fazê-lo. No entanto deixo um aviso muito sério: antes de falarem de mim, pesquisem e informem-se. Falem de mim, mas com razão. Todas as críticas (mesmo negativas) são construtivas, mas só com o devido fundamento e razão de ser!

30 comentários:

  1. Em relação a sua idade, não se preocupe. Se você tem 26 anos, te chamam de nova, se você tem 30, te chamam de velha. Tente entender que a idade é só um número e as pessoas gostam de nos criticar e falar mal de nossa idade como algo pejorativo, como se a idade tivesse grande importância no nosso caráter e em nossa formação profissional. As pessoas usam as redes sociais para falar aquilo que muitas vezes não tem coragem de falar na nossa cara. Então não dê muita importância para essas pessoas que te criticam. Se o problema foi no post anterior, é porque o tema sexo ainda é um tabu e as pessoas não sabem lidar com esse tipo de assunto. Ainda não entenderam que sexo é tão normal como se alimentar, respirar, beber água e que faz parte de nós. Tente ignorar e não dar muita importância para quem te faz mal, leve no seu coração apenas quem te faz o bem. Espero que você se recupere e fique melhor. Beijinhos!

    galerafashion.com

    ResponderEliminar
  2. Dá a importância que realmente tem ou seja nenhuma .não ligues a quem fala sem sequer nos conhecer sei que é difícil tentar não dar importância mas não alimentes quem não merece :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu sei, mas achei por bem esclarecer as coisas, os leitores mais antigos, assíduos e que sempre foram correctos, não tem, nem devem assistir a "cenas" como aquela!

      Eliminar
  3. Fica bem e segue em frente,teresa! Lindo dia! bjs, chica

    ResponderEliminar
  4. Não sei o que se passou, mas a blogosfera também é isso, infelizmente! Já tive algumas surpresas e comentários desagradáveis, mas temos de dar valor ao que é bom.
    Beijinhos :)

    ResponderEliminar
  5. Não sei o que se passou mas o facto de ter sido do seu desagrado...ganhou importância!
    Eu não percebo por que motivo de faz comentários menos agradáveis aos blogs que visitamos!
    se não gostamos...não visitamos!
    Tente superar esta situação! Bj amigo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ora nem mais! Por mim a situação está superada, era só uma nota informativa porque respeito e tenha muita consideração pelos meus outros leitores que assistiram a uma cena menos educada!

      Eliminar
  6. Meu Deus, eu não sei o que aconteceu mas já percebi que foi pesado, mas não deixe se abalar independente das ofensas, continue fazendo seu trabalho com amor, isso que importa.

    Beijos

    Blog da Joanna

    ResponderEliminar
  7. Pois bem Sra. Teresa Silva....
    Não sei o que se passou (talvez seja o post da PLAYBOY???)....
    Mas eis aqui a tua importância... no momento em que alguém vem aqui para criticar, ser áspero e rude (ou sei lá mais o quê!!!), isso deve-se à qualidade dos teus escritos... da pessoa doce que você é, dos textos altamente simpáticos e belos (e bem escritos!!!!), das fotos caseiras, das idéias, da tua simplicidade em tratar as coisas da vida. Posso te afiançar que teu blog é uma das minhas leituras diárias.
    Adoro vir aqui, adoro ler-te.... e acompanhar, diariamente, a tua visão do mundo, com aquele toque sensacional de uma escritora deliciosamente talentosa....
    CONTINUE ASSIM o resto.... que vá para o "caraça" (como vocês dizem em Portugal!!!)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fico muito feliz com a preferência, e com o carinho que tem tanto por mim como pelo blog!
      Obrigada!

      Eliminar
  8. Teresa, estou de acordo e diria ipsis verbis tudo o que tu disseste!
    Não ligues...como sabes as vozes chegam aonde chegam e há algumas que não chegam a lado nenhum nem sequer ao céu, como a de alguns!
    Verdade que todos nós na escrita cometemos por vezes pequenos/grandes excessos, é obvio que se conhecemos quem nos esceve do outro lado nós compreendemos, aceitamos ou rejeitamos liminarmente, sem qualquer rancor, pois que já conhecemos o contextro em que algumas pessoas falam, por exemplo eu, que sou naturalmente provocador, irónico e quiçá por vezes impertinente, mas, para mim, respondes-me com um simples LOOOL! Eu entendo porque não estava à espera de um Julgamento e sabes que nada disso se trata.
    Quanto aos que te julgam e depreciam, chuta para canto, são incapazes de fazer melhor e como diz a minha amiga Green Eyes (aqui vou mais longe que o PDR), que se "jodan".

    Beijinho libertador e sem censura*******

    ResponderEliminar
  9. Teresa, estou de acordo e diria ipsis verbis tudo o que tu disseste!
    Não ligues...como sabes as vozes chegam aonde chegam e há algumas que não chegam a lado nenhum nem sequer ao céu (a desses mesmos)!
    Verdade que todos nós na escrita cometemos por vezes pequenos/grandes excessos, é obvio que se conhecemos quem nos escreve do outro lado nós compreendemos, aceitamos ou rejeitamos liminarmente, sem qualquer rancor, pois que já conhecemos o contexto em que algumas pessoas falam, por exemplo eu, que sou naturalmente provocador, irónico e quiçá por vezes impertinente, mas, para mim, respondes-me com um simples LOOOL! Eu entendo porque não estava à espera de um Julgamento e sabes que nada disso se trata.
    Quanto aos que te julgam e depreciam, chuta para canto, são incapazes de fazer melhor e como diz a minha amiga Green Eyes (aqui vou mais longe que o PDR), que se "jodan".

    Beijinho libertador e sem censura*******

    ResponderEliminar
  10. Bem está visto que houve por aqui polémica nos últimos posts, o melhor a fazer é não dar muito valor a esse tipo de críticas. Cada um sabe de si, acho que as pessoas tem a tendência de se meter imenso na vida dos outros e dar opiniões sem conhecerem a pessoa em causa. Algo que não faz sentido nenhum, por isso foi uma boa resposta este post. Nada melhor do que de vez em quando meter os pontos nos is no nosso espaço...

    http://ummarderecordacoes.blogs.sapo.pt/

    ResponderEliminar
  11. Teresa, não sei o que se passou, mas não deixe que lhe tirem a sua paz,
    beijo amiga e força

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ah sim, isso não deixo podes ter a certeza!

      Eliminar
  12. Olá Teresa, força querida porque aqui neste mundo existe muita maldade e falta de respeito!
    Acompanho te ah pouco tempo mas tens o meu apoio!

    ResponderEliminar
  13. Se as pessoas tivessem mais respeito umas pelas outras isto não seria necessário. É claro que custa, mas não ligues, não merecem!

    r: Experimenta, vale a pena

    Beijinhos*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ah sim... Eu não ligo, acredita que me importei mais, com a indelicadeza que é para os meus leitores verem aquilo!

      Eliminar
  14. Assim mesmo é que se fala. A verdade vence sempre, a ofensa dói muito a quem a sente. Por isso deve em defesa dos seus direitos se defender,
    educadamente, da maneira como aqui expressa. Podemos brincar com as palavras mas nunca para ofender quem quer que seja.

    Boa noite Teresa Silva,
    bons sonhos a seu desejo
    seja feliz toda a sua vida
    se me permite envio um beijo!

    Eduardo.

    ResponderEliminar
  15. Não faço ideia o que aconteceu e já venho um bocadinho atrasada mas força Teresa :) Apesar de pouco comentar gosto muito de volta e meia vir cá ler-te :)

    ResponderEliminar
  16. Gabo-te a paciência para escrever este texto, eu nem sequer daria resposta, há pessoas que não valem uma letra que seja.

    ResponderEliminar