Avançar para o conteúdo principal

Pizzas ou não pizzas eis a questãos?!

Qualquer pessoa bem instruída sabe que ultracongelado quer dizer, e passo a transcrever o dicionário:  Que foi congelado a uma temperatura muito baixa (geralmente inferior a 40 graus negativos) e num curto período de tempo, para melhor conservar as suas características físicas.
Pois bem depois disto alguém me explica como é que uma embalagens de pizza congelada da marca "É" não considerada uma refeição ultra congelada?!

Passo a explicar a situação:
No outro dia, a minha rica pessoa, decidiu dirigir-se a uma das superfícies comerciais do Continente, a fim de aproveitar um cupão de desconto para refeições ultracongeladas. As pizza da marca É são boas e tem um preço muito acessível por isso comprei uma embalagem e fui para a caixa.
Ao chegar à caixa, apresentei os talões ao que a senhora (mal encarada, mal formada e nada simpática) ao passar o dito cupão me pergunta, que refeições ultracongeladas eu levava.
Respondi prontamente que levava as pizzas, ao que ela disse que não eram nem uma refeição nem ultra congeladas.
Como já passava das 23:00h e tinha acabado de sair de um tremendo dia de trabalho não me quis chatear com a criatura mal formada, mas pergunto-me qual era a ideia dela?! 
Será que a pobre personagem sabe sequer o quer dizer congelado? Ou terá sido o prefixo "ultra" que a deixou confusa?!
Além do mais a mal formada disse ainda que o cupão era para produtos take-away, pois bem tendo em conta a má formação dela, apeteceu-me perguntar-lhe que produtos eram esses, uma vez que take away supõe-se produtos comestíveis para levar e comer fora do estabelecimento em questão, seja ele qual for. Uma vez que não se pode, ou pelo menos não se deve comer no hipermercado, fico a pensar que qualquer consumível da superfície é para take away... Mas pronto, mais uma vez deixei a ignorante na ignorância e calei-me.
Por fim, eis o cerne na questão, além de não saber o conceito de ultra congelado e o sentido de oportunidade para dizer take away, eu pergunto-me se a mulher saberia o que são pizzas, uma vez que ela disse que as mesmas não eram consideradas refeição!!!
Será que ela ou os senhores gestores do hipermercado Continentes acreditam que as pizzas, por causa das suas formas geométricas circulares, são discos voadores, boomerangs fora de forma, ou apenas "coisas" que não se comem, e que não precisam de ser descongeladas porque não são ultracongeladas?!
fonte
Pronto, aqui está a minha ode triunfal à ignorância humana. 
E um apelo de consumidora: Senhores gestores, e presidentes do Continente, formem melhor os vossos funcionários, expliquem-lhes os conceitos fundamenteis da constituição e preparação dos produtos que vendem, porque neste dia eu estava cansada, mas para a próxima não só apresento uma reclamação, como vos perco o respeito todo por tão inadequado atendimento!

Que foi congelado a uma temperatura muto baixa (geralmente inferior a 40 graus negativos) e num curto período de tempo, para melhor conservar as suas características físicas

"ultracongelado", in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, http://www.priberam.pt/DLPO/ultracongelado [consultado em 27-01-2015].
Que foi congelado a uma temperatura muto baixa (geralmente inferior a 40 graus negativos) e num curto período de tempo, para melhor conservar as suas características físicas

"ultracongelado", in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, http://www.priberam.pt/DLPO/ultracongelado [consultado em 27-01-2015].

Comentários

  1. Essa senhora devia estar mesmo mal-humorada! Talvez se fosses a outra caixa ficavas melhor atendida :P
    Beijinho,

    http://cereja-dooce.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  2. A questão do atendimento é imperdoável, mas a questão das refeições ultracongeladas é outra coisa.
    Já assisti a uma "discussão" dessas e parece que todos fazem o mesmo, isto é, os ditos cujos 'discos voadores' (risos) não são considerados 'refeições ultra-' :)
    Infelizmente hoje em dia, uma grande parte dos funcionários (dessa ou outra actividade) aprendem a "cassete" da formação, são formatados para "aquilo" e mais nada. Não sabem (nem querem) responder ou solucionar quando algo diferente (ou pela primeira vez) lhes surge.
    Enfim.
    A minha solidariedade à tua revolta :)
    Tudo de bom.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tens toda a razão, acho que é mesmo má vontade!

      Eliminar
  3. Ai se há coisa que detesto é gente que não sabe servir bem. Então quando ficam de trombas e tratam mal o cliente nem dá mais vontade de voltar aquele lugar (a não ser que haja alternativas claro). Beijos

    ResponderEliminar
  4. Acho que é a mulher que trabalhava aqui no supermercado de meu bairro. Dizem as más línguas, que ela - GRAÇAS A DEUS - foi embora.... Será que ela foi para Portugal?
    a) Ignorante;
    b) Sem educação;
    c) Grosseira;
    d) Incompetente;
    e) De péssimo humor.....
    Acho que é ela mesma....

    ResponderEliminar
  5. Por vezes...deparamo-nos com situações destas...absurdas e se queremos levar a melhor...é mesmo para nos "chatearmos"!!!
    Bom Carnaval!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já me aconteceu com outros produtos e no Continente, fui reclamar ao balcão de atendimento dos clientes, apreciaram a minha reclamação e deram-me razão :)

      Eliminar
    2. Não estava para isso naquele dia!

      Eliminar
  6. Oi Isy
    Funcionária incompetente e mal humorada é tudo que não se deve enfrentar depois de um longo dia de trabalho. Sou solidária à tua revolta. Detesto pessoas que não conhecem sua função e atendem mal. Só volto quando não alternativa
    Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas é que é mesmo!
      Agora volto lá, mas nunca vou à caixa dessa sujeita!

      Eliminar
  7. Todos temos dias maus, mas se estamos a trabalhar no atendimento ao publico temos que saber filtrar os nossos problemas e concentarmo-nos no nosso trabalho, até porque os clientes não têm culpa. Se não quer trabalhar ponha o lugar à disposição, há mais pessoas a querer.
    Uma situação dessas é mesmo desesperante!

    r: Sem dúvida.

    Beijinhos*

    ResponderEliminar
  8. Comigo tinha levado uma "coça", que nunca mais se esquecia do conceito de ultracongelado, de que take away é para levar e que pizza é para comer e escreve-se com dois "zz". A outra em que ela, provavelmente, estaria a pensar, escreve-se com "ç" cedilhado e não se come. Pelo menos na verdadeira aceção da palavra "comer". ahahahahah

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem tinha visto as coisas por esse prisma!

      Eliminar
  9. Há com cada situação :) Mas isso acontece com alguma frequência as pessoas que estão há atender mas parece que estão a fazer um frete do que outra coisa.
    http://retromaggie.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  10. Infelizmente há por aí muita gente mal encarada em vários serviços...

    Isabel Sá
    http://brilhos-da-moda.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  11. Certas pessoas deviam era levar com gente malcriada em cima! Take-away ultra-congelado é que nunca vi!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  12. OI ISY!
    DESCULPA MAS TIVE DE RIR, MAS, SAIBA AMIGA, QUE NÃO FOI DA SITUAÇÃO EM SI, POIS É DEVERAS CHATA, MAS TUA PERÍCIA NA ESCRITA, TRANSFORMOU ALGO CONSTRANGEDOR EM HILÁRIO.
    ABRÇS


    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  13. r: Experimenta, não te vais arrepender :)

    detesto gente assim, e há tão boa gente desempregada...

    ResponderEliminar
  14. É tão desanimador apanhar pessoas assim, mal humoradas :/
    Foste nomeada para uma TAG ;) passa no blog, beijinhos e boa semana.

    ResponderEliminar
  15. Há pessoas que são mesmo mau humoradas, às vezes pergunto-me como é que essas pessoas conseguem manter o emprego...

    ResponderEliminar
  16. De facto percebo a tua indignação. Não faz sentido nenhum, estes cupões às vezes tem de se ter muito cuidado, já não é a primeira vez que há confusões deste género. Se não fosse pela hora, devias era ter escrito no livro de reclamações!

    ResponderEliminar
  17. Ela até podia estar mal humorada e ser mal educada, no entanto, a culpa é das regras do estabelecimento.

    Uma amiga minha tinha um cupão de descontos em todo os sumos, no continente. Pegou em Ice Tea e foi para a caixa. Chegada à caixa disseram-lhe:
    Caixa: Ice Tea é chá e não sumo.
    A minha amiga: Mas está na zona dos sumos, e junto aos sumos.
    Caixa: Mas é chá.
    A minha amiga: Muito bem, e onde é que isso está escrito, para que os clientes possam saber. E onde é que, no cupão de desconto, diz que Ice Tea não está incluído?
    Caixa: Lamento, mas é chá.
    A minha amiga: Muito bem, o livro de reclamações sff.

    Reclamação feita, deram-lhe razão e ainda lhe disseram que ela podia processar o continente por publicidade enganosa, visto ser crime!

    Minha cara, o problema do nosso país é a pessoas não reclamarem face a situações em que têm razão, sejam 11h, 15h ou 23:01, se a pessoa é mal atendida deve reclamar, sempre.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

TAG| 100 perguntas que ninguém pergunta

Sabendo como eu gosto de responder a TAGs a Matilde do blog "O Cantinho da Tily", nomeou-me para este desafio bem simples e divertido. As regras são simples, responder às 100 perguntas, e nomear quem quisermos. Vamos a isso? 1. Você dorme com as portas do seu armário aberta ou fechada? Prefiro fechada por uma questão de organização, mas não me faz diferença. 2. Você leva embora os shampoos e condicionadores dos hotéis? Sim!!! 3. Você dorme com seu edredão dobrado para dentro ou apra fora? Tanto faz! 4. Você já roubou uma placa de rua? não, mas confesso que gostava de ter uma! 5. Você gosta de usar post-it? Adoro! 6. Você corta cupões, mas depois nunca usa? Sim! 7. Você prefere ser atacado por um urso ou um enxame de abelhas? Venha o diabo e escolha! 8. Você tem sardas? Nop. 9. Você sempre sorri para fotos? Quase sempre! 10. Qual é a sua maior neura? Ui se as coisas não levarem o rumo que eu quero fico do pior! 11. Você já contou seus passos enquanto você andava? Sim. 12. Você já fez x…

A menina bonita

Decerto que lhe conhecem a imagem, a menina de nove anos, chama-se Kristina Pimenova, e é já considerada uma das raparigas mais belas dos últimos tempos.
A criança, é modelo para marcas como Armani, Vougue e Dolce & Gabanna, e desde os 3 anos que assina contratos milionários. Kristina Pimenova, nasceu em Moscovo, e está inscrita em agências de modelos desde tenra idade. Quem patrocinou tudo isto?! A sua mãe, Glikeriya Pimenova, também uma ex-modelo, tem levado a filha à ascensão, porém, tem também sido criticada por isso. Além de muita gente a criticar por não permitir que Kristina tenha a vida de uma criança normal, a mãe da mesma é ainda mais criticada por ter permitido que recentemente a filha pousasse maquilhada e vestida de forma pouco própria para a sua idade. Glikeriya Pimenova, gere os contratos milionários da filha, bem como as redes sociais da mesma que já tem mais de 300 mil seguidores. Porém não é o numero de seguidores que vai determinar a infância que muitos dizem p…

As férias acabaram... Como é que ficaram os animais abandonados?

Existe uma dura realidade que após as férias de verão fica esquecida. Se no inicio do verão as campanhas de sensibilização são muitas (e mesmo assim não são suficientes), a verdade é que depois dos dias dourados de verão, já ninguém pergunta o que aconteceu ao cão idoso que abandonaram às portas de uma instituição, ou então como está aquele cachorrinho que deixaram na beira da estrada.
A minha pergunta para vocês é: Afinal o abandono está a diminuir?
E infelizmente a resposta é não! No final do verão contactei várias instituições que recolhem animais e as respostas são sempre iguais: Não! Não diminuiu.
Para vos ilustrar esta realidade, pedi a várias instituições dados sobre o abandono de animais durante os meses de verão, porém só a Associação Midas no Porto é que se ofereceu para disponibilizar dados concretos:

2015 - 53 animais acolhidos pela instituição.
2016 - 107 animais acolhidos pela instituição. 
2017 - 71 animais acolhidos pela instituição.

Porém antes de começarem a bater palma…